Autoras de Verão 90 falam sobre a novela: “É uma comédia musical”


Dira Paes e Claudia Ohana em Verao 90
Dira Paes e Claudia Ohana em Verão 90 (Divulgação/Gshow)

As escritoras Izabel Oliveira e Paula Amaral estão na expectativa de estreia de sua novela, Verão 90. A trama terá seu primeiro capítulo exibido em 29 de janeiro, no horário das 19h, da Globo. Assim sendo, elas decidiram falar sobre o que o público pode esperar dessa trama, que já vem com um ar colorido, inclusive.

“Verão 90 é uma novela que fala do Verão. Passada na década em que achamos que foi ontem, mas que na verdade foi bem distante. Não tinha celular, não tinha internet e as pessoas precisavam marcar encontros. Foi uma época em que tivemos um boom de tecnologia. É uma novela que fala dessa mudança”, avaliou Izabel Oliveira ao site Gshow.

Veja também: Grace invade casarão de Júlia e pergunta sobre portal a Guardiã, em Espelho da Vida, na Globo

A trama promete ter muitas situações engraçadas e autora Paula Amaral confirmou, à publicação, que é a trama foi pensada para o horário das sete. “É uma comédia musical e romântica, a cara de trama das 19h. Ela resgata a alegria e o humor ao horário. Fazemos muitas homenagens às novelas icônicas. A história começou com a época, a gente queria falar dessa época. Fomos beber dessa fonte dos anos 90 e vimos que ali tinha muita coisa e muita história boa para ser usada”, concluiu.

Ainda sobre Verão 90

Nos próximos capítulos de Verão 90, Jerônimo (Jesuíta Barbosa) irá procurar Tutano (Bernardo Mendes), para oferecer os seus ‘trabalhos’ em prol da criminalidade. Mas o bandidaço não acatará o pedido do ex-astro mirim. “Tu muito é muito cara de pau”, dirá Tutano, ao ver Jerônimo, já que o malandro quase passou a perna no bandido. Graças a Janaína (Dira Paes), o bandidaço não ficou no prejuízo.

Vale ressaltar que foi a mãe de Jerônimo que pagou a dívida do filho, dinheiro esse, que ela havia guardado para dar entrada em um restaurante. “Tutano, primeiro me escuta. Vim aqui na boa porque a gente tá zerado, não tá? A coroa não pagou o que eu te devia?”, pontuará Jerônimo.

“Zerado? Tu ia fugir sem me pagar, artista!”, acrescentará o bandido, sem pestanejar. Mas Jerônimo tentará limpar a sua barra com o malandro. “Pô, Tutano, fugir pra onde aqui na Armação? Só não queria apanhar, cara! Não transo violência”, diz o rapaz.

Do mesmo modo, ele continua se explicando. “Não tava com a grana ali na hora e precisava de um tempo pra convencer a coroa. Se eu aparecesse lá em casa, no teu carro, junto contigo… Acha que a minha mãe ia me dar o dinheiro? O que interessa é que eu te paguei, cara. Eu não sou louco de te dar o cano”, finalizará o irmão de João (Rafa Vitti).



Fonte: Observatório da TV