Árbitro escolhido para o jogo de volta não traz boas recordações ao São Paulo


Depois de perder o jogo de ida da segunda fase da Copa Libertadores da América por 2 a 0 para o Talleres, na última quarta-feira (6), ​o São Paulo tem a dura missão de, na próxima semana, reverter o placar. Nesta sexta-feira (8), a Conmebol definiu o trio de arbitragem que trabalhão no jogo de volta e o nome escolhido não traz boas recordações para a torcida do Tricolor.

O equatoriano Roddy Zambrano será o responsável por conduzir o jogo que pode definir o futuro do time paulista na temporada. Ele será auxiliado pelos compatriotas Christian Lescano e Byron Romero. O árbitro é o mesmo que apitou a eliminação do Tricolor na Copa Sul-Americana, em 2014, para o Atlético Nacional.

Depois de ser derrotado no jogo de ida por 1 a 0 para o então time dirigido por Juan Carlos Osorio e que tinha Copete e Berrío, o São Paulo precisava de dois gols de diferença para se classificar, mas venceu por 1 a 0, gol anotado por Paulo Henrique Ganso. Com a igualdade no agregado, a disputa foi para os pênaltis, onde o time colombiano levou a melhor.

Voltando à Libertadores, em 1993, quando defendia o título conquistado no ano anterior e em uma época quando o campeão tinha o direito de iniciar o torneio já nas oitavas de final, o São Paulo estrou perdendo para o Newell’s Old Boys, também na Argentina, por 2 a 0. No jogo de volta, disputado no Morumbi, o Tricolor de Telê Santana fez prevalecer seu melhor futebol e despachou os argentinos com uma goleada de 4 a 0.





Fonte: 90min