​​O Vasco voltou a campo nesta quarta-feira (13), no estádio do Maracanã, quando manteve seus 100% de aproveitamento na Taça Guanabara ao bater o Rezende pelo placar de 3 a 0, conquistando também uma vaga na final, contra Flamengo ou Fluminense, que será disputada no próximo domingo (17). No entanto, nem tudo foi alegria para alguns jogadores do clube, que foram assaltados após deixarem o estádio.

Segundo informação divulgada pela Rádio Brasil, o goleiro Jordi e o atacante Rildo voltavam para casa, quando ao passarem pela Linha Amarela foram abordados por bandidos na altura do bairro Meier. O atacante teve o carro e o celular levados pelos homens, enquanto que o goleiro ficou sem seu celular. Yan Sasse e Raul também estavam no carro, mas não tiveram pertences roubados. Todos passam bem.

Dentro de campo o time também teve uma má notícia, que pode significar desfalque para a decisão. Quando o placar já estava em 3 a 0, o meia o Thiago Galhardo, ao tentar dar uma arrancada sentiu um incômodo, precisou ser substituído e terá que passar por exames para saber a gravidade da lesão e se isso poderá lhe afastar do próximo.

Estou com uma dor, fui esticar uma bola ali, acho que desnecessariamente pelo placar, mas é o empenho. Na hora senti embolar, não sei se foi estiramento ou só cãibra. Vamos avaliar. Mas não vou chorar não vou lamentar antes da hora”, disse o jogador ao sair do gramado do estádio do Maracanã.



Fonte: 90min