​Na manhã desta sexta-feira (15), ​conhecemos através de sorteio os quatro confrontos que agitarão as quartas de final da Champions League 2018/19. A queda precoce do Real Madrid e as classificações épicas de Manchester United e Juventus credenciam esta edição como a mais imprevisível dos últimos anos, período em que a competição foi amplamente dominada pelos gigantes espanhóis. Neste clima, confira sete estrelas contemporâneas que brilharam por 3x mais tempo na maior torneio do Velho Continente:


Andrés Iniesta/Xavi Hernández

Andres Iniesta,Xavi Hernandez,King Felipe VI of Spain

Como seria injusto citar um sem mencionaro outro, Xavi e Iniesta aparecem nesta lista como uma dupla. Nada mais justo, já que se complementavam em campo e dialogavam com um entrosamento mágico. Participaram diretamente e ativamente de todas as quatro conquistas de Champions do Barcelona neste século: 2005/06, 2008/09, 2010/11 e 2014/15.


Paolo Maldini

AC Milan's defender and captain Paolo Ma

Lendário zagueiro italiano e um dos maiores ídolos da história do Milan, Paolo Maldini tem uma história longa e profunda com a Champions muito em função de sua carreira longeva. Poucos se lembram de seu nome ao citar os maiores campeões europeus, mas seu currículo inclui nada menos que cinco taças: 1988/89, 1989/90, 1993/94, 2002/03, 2006/07.


Lionel Messi

Lionel Messi

O genial Lionel Messi entra nesta lista não apenas por possuir quatro conquistas, mas por seus feitos gigantescos acumulados nesta competição. Além de ser o segundo maior artilheiro da história da Champions, é o jogador com a melhor média de gols na proporção de partidas disputadas. É o atleta que mais anotou gols contra as oito equipes que conquistaram as últimas 14 edições do torneio, recorte temporal paralelo ao debute continental de Messi.


Iker Casillas

Iker Casillas

Posição raramente lembrada nos rankings de relevância e premiações individuais, a meta merecia um representante nesta lista. Dentre os goleiros históricos que já passaram pela Champions, Iker ganha o posto por alguns fatores, dentre eles o recorde de goleiro mais jovem a ser titular em uma decisão: foi campeão contra o Valencia na temporada 2000/01, aos 19 anos. Soma outras duas conquistas e segue em atividade, hoje pelo Porto.


​Clarence Seedorf

Clarence Seedorf

De categoria e habilidade incomparáveis, Clarence Seedorf aposentou-se dos gramados com um tetracampeonato europeu em seu currículo. Além das inúmeras edições disputadas consecutivamente, o holandês merece sua vaga nesta lista por ser o único jogador da história a vencer a Uefa Champions League (formato moderno) por três clubes diferentes: Ajax (1994/95), Real Madrid (1997/98) e Milan (2002/03 e 2006/07). 


Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo

Para fechar com chave de ouro, simplesmente o maior artilheiro e o maior ‘garçom’ da história da competição. Cinco vezes campeão, sendo um título pelo Manchester United e outros quatro pelo Real Madrid, o craque português pode igualar o feito de Seedorf nesta temporada, já que a Juventus segue viva na disputa. Aliás, a Juve conquistou vaga nas quartas através de uma atuação épica de CR7, autor de um hat-trick (seu oitavo) contra o Atleti.



Fonte: 90min