Após “Segundo Sol”, Globo define futuro de Adriana Esteves


Adriana Esteves
Adriana Esteves será protagonista de “Amor de Mãe” (Imagem: Divulgação / Globo)

Ao contrário do que ocorreu com os seus últimos trabalhos – “Avenida Brasil” (2012) e “Babilônia” (2015) -, Adriana Esteves não irá gozar de férias longas após o fim de “Segundo Sol” (2018), na qual interpretou a vilã Laureta.  

De acordo com a coluna de Flávio Ricco, do UOL, a atriz acaba de ser confirmada em “Amor de Mãe”, uma das próximas novelas das 21h, escrita por Manuela Dias, com estreia para o fim do segundo semestre deste ano.

O folhetim será o substituto de “A Dona do Pedaço”, que por sua vez entra no lugar de “O Sétimo Guardião” em maio. A personagem será mais uma vez escrita especialmente para Adriana, que após uma sucessão de vilãs nas tramas globais, irá fazer uma das protagonistas da história.

A esposa de Vladimir Brichta irá, desta vez, defender uma pessoa do bem, matriarca de uma família, que se preocupará com o futuro dos filhos. O lançamento deve ocorrer entre outubro e novembro.

Bruna Marquezine e Isis Valverde voltam à TV em “Amor de Mãe”

Longe da TV desde o término de “A Força do Querer”, em outubro de 2017 – e atualmente de licença-maternidade, curtindo o primeiro filho, Rael –, Isis Valverde já tem data para voltar ao ar.

A atriz foi escalada para “Amor de Mãe”, novela das 21h que substitui “A Dona do Pedaço”, de Walcyr Carrasco, sucessora de “O Sétimo Guardião”Bruna Marquezine também está praticamente definida na produção, que marcará a estreia da autora Manuela Dias no horário. As informações são dos jornalistas Daniel Castro e Patrícia Kogut.

Isis Valverde estreou na faixa em 2007, como a prostituta Telma, de “Paraíso Tropical” – um ano após viver a Ana do Véu, no remake de “Sinhá Moça”, às 18h. No horário “mais nobre” da Globo, fez também “Caminho das Índias” (2009) e “Avenida Brasil” (2012), além de “A Força do Querer”; passou também por folhetins das 19h, como “Ti Ti Ti” (2010), e minisséries, caso de “O Canto da Sereia” (2013).

Já Bruna Marquezine está longe das novelas das 21h desde “Em Família” (2014), de Manoel Carlos. Foi numa novela do autor, “Mulheres Apaixonadas” (2003), neste horário, que ela fez sua estreia na dramaturgia, aos sete anos de idade. Esteve ainda em “América” (2005) e “Salve Jorge” (2012), ambas de Gloria Perez. Seu último trabalho foi às 19h, “Deus Salve o Rei” (2018).

Em “Amor de Mãe”, Isis e Bruna irão contracenar com nomes como Adriana Esteves, Chay Suede, Murilo Benício e Taís Araújo. Regina Casé viverá uma das protagonistas, uma mulher de origem humilde, mãe de quatro filhos, que deixa Minas Gerais em busca do filho – Cauã Reymond – vendido pelo pai quando pequeno. A direção artística do folhetim de Manuela Dias caberá a José Luiz Villamarim.

COMENTÁRIOS – Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!



Fonte: RD1.com.br