O diretor global José Luiz Villamarim
O diretor global José Luiz Villamarim (Divulgação / Globo)

José Luiz Villamarim anda realmente muito bem cotado nos bastidores da Globo. Escalado para estrear no horário nobre capitaneando a novela Amor de Mãe, ele também está fortemente cotado para assumir os bastidores de um segundo projeto na “vênus platinada”. As informações são da coluna de Patrícia Kogut.

É Villamarim o nome mais provável na direção artística de Um Defeito de Cor, nova série nacional da emissora carioca. O roteiro está sendo desenvolvido por Maria Camargo, a mesma da elogiada Assédio. Com livre inspiração no livro homônimo de Ana Maria Gonçalves. A obra original, publicada em 2006, conquistou o Prêmio Casa de las Américas na categoria Literatura Brasileira.

Leia mais: Flávia Alessandra e Leopoldo Pacheco deixam elenco de O Sétimo Guardião

O enredo de Um Defeito de Cor gira em torno de Kehinde, africana que chega ao Brasil aos 8 anos de idade, vendida como escrava a um fazendeiro baiano. A narrativa acompanha sua incursão pelas mais distantes partes do Brasil, em busca do filho perdido. Mais tarde, já madura, ela consegue sua carta de alforria. Volta então à terra natal, onde se torna uma empresária bem-sucedida.

O último trabalho concluso de José Luiz Villamarim na Globo foi a supersérie Onde Nascem os Fortes (2018). Apesar da morna recepção do público, a atração foi aclamada entre especialistas por sua qualidade artística. Em Amor de Mãe, seu debute como diretor artístico nas novelas globais, Villamarim repetirá a parceria com a autora Manuela Dias. Ele dirigiu seu texto em Justiça (2016).



Fonte: Observatório da TV