5 motivos para ver Se Eu Fechar os Olhos Agora e acreditar no futuro da TV


Lançada inicialmente no Now, plataforma on demand da Net e da Claro TV, e já disponível no Globoplay, a minissérie Se Eu Fechar os Olhos Agora chega à tela da Globo com oito meses de atraso. A experimentação deixa evidente a preocupação da emissora com as alternativas que roubam cada vez mais público da televisão aberta.

Modelos e estratégias de negócios à parte, a minissérie de Ricardo Linhares é um excelente produto e mostra que ainda existem razões para acreditar que a televisão é um meio que tem fôlego de sobra para competir com as novidades de igual para igual. Confira cinco motivos que tornam Se Eu Fechar os Olhos Agora imperdível:

Primeira vítima da minissérie Thainá Duarte (Anita) é observada pelos jovens protagonistas

A história

Ricardo Linhares, o autor salvador oficial das novelas da Globo, pegou uma trama que já era excelente e conseguiu melhorá-la ainda mais. Deu densidade a personagens existentes no livro homônimo do jornalista Edney Silvestre, criou outros novos e não se limitou à narrativa literária para construir o arco dramático da minissérie. O resultado foi a construção de uma trama instigante e que prende o público pelo mistério em torno da investigação da morte de Anita (Thainá Duarte).

reprodução/tv globo

Eduardo (Xande Valois) e Paulo (João Gabriel D’Aleluia): novatos se destacam entre veteranos

O formato

Em dez episódios, não há espaço para enrolações e barrigas, elementos infelizmente bastante comuns em nossas telenovelas. Narrativas mais curtas têm se mostrado um caminho sem volta, além de serem o que há de melhor na TV brasileira –uma lista que vem encabeçada pelas recentes temporadas de Sob Pressão e Carcereiros.

Murilo Benício é o prefeito Adriano em cena rodada dentro de igreja: reconstituição impecável

A produção

A estética soturna, com referências evidentes ao cinema noir, e a reconstituição de época impecável tornam a produção condizente com a força e o mistério da narrativa. A direção fresca de Carlos Manga Jr. deu a elegância necessária que a série pedia, sem planos óbvios e vícios de outros diretores de novelas.

Antonio Fagundes vive Ubiratan, que ajuda os dois adolescentes a desvendarem os crimes

O elenco

Ter uma constelação à frente da história não é garantia de nada, mas o elenco de Se Eu Fechar os Olhos Agora é afiado e uniforme. Desde os dois garotos protagonistas, João Gabriel D’Aleluia (Paulo) e Xande Valois (Eduardo), até veteranos como Antonio Fagundes (Ubiratan) e Jonas Bloch –assustador na pele do bispo Tadeu–, todo o elenco tem espaço para brilhar.

Gabriel Braga Nunes (Geraldo) cresce sem a apatia impressa em seus últimos personagens e mesmo Milton Gonçalves, o narrador da história, consegue emocionar apenas com sua voz.

Mariana Ximenes como Adalgisa, personagem cheia de mistérios: atuação digna de elogios

Mariana Ximenes

Se tem um nome a se destacar no elenco da minissérie, é o de Mariana Ximenes. A atriz mais versátil de sua geração impressiona tanto como mocinha ou vilã de novela quanto com a personagem que tem em mãos agora. Com Adalgisa, criada por Linhares, Mariana imprimiu um ar de decadénce avec elegance e rouba a atenção em qualquer cena de que participa.

Os dilemas pessoais da ex-miss são encobertos por sua aparência sofisticada e vanguardista. Adalgisa é, por fim, a tradução exata de toda a minissérie: nem tudo o que as personagens da história aparentam ser é o que de fato são.




Fonte: Notícias da TV / UOL