Presidente da Câmara de Penedo rebate declaração de representante da ONG Bom Samaritano

Vereador Marcelo Pereira (PT) Foto: Assessoria Câmara de Penedo

A instituição que acolhe dependentes químicos em Penedo já teve carro disponibilizado por presidente da Câmara Municipal de Penedo, teve subvenção municipal aumentada por decisão dos parlamentares e ganhou dos vereadores penedenses uma motocicleta, veículo levado a sorteio em campanha que arrecadou fundos para a entidade.

Apesar dessas ações, o representante da Casa do Bom Samaritano declarou ‘não se sentir bem’ no plenário da casa legislativa por avaliar que a instituição não tem apoio da classe política, segundo as declarações que fez durante a homenagem que recebeu na noite de quarta-feira, 10, ação de reconhecimento aos que realizam trabalho social voluntário, uma iniciativa do Vereador Fagner Matias.

Assista declaração:

PRESIDENTE MARCELO PEREIRA REBATE

“O Edmílson da Hora foi infeliz, mas eu não quis questioná-lo para não prejudicar o evento”, explicou o Presidente Marcelo Pereira sobre a avaliação que também considerou desrespeitosa em relação à Câmara Municipal de Penedo e que pode ter sido por feita em razão da necessidade de recursos públicos que dependem de burocracia específica para liberação.

Vale frisar que a motocicleta foi doada à entidade em setembro de 2013, quando os vereadores da época acataram sugestão do Presidente Cidoca (Alcides Andrade Neto) e autorizaram desconto nos respectivos salários para ajudar a comunidade terapêutica que estava sem receber o repasse do governo estadual, situação que ocorre de novo agora, segundo afirmou Edmílson da Hora na solenidade de quarta-feira.

Edmílson da Hora participando de sessão parlamentar em setembro de 2013. Foto: Fernando Vinícius / Câmara de Penedo

Já o veículo cedido pelo parlamento penedense, uma Kombi, foi iniciativa do então Presidente Bili Marques durante a gestão 2005/2006 devidamente autorizada por decisão do plenário. Já o acréscimo na subvenção incluída no orçamento do município para a Casa do Bom Samaritano aconteceu em 2013.

Para Marcelo Pereira, a falta de conhecimento sobre as funções e o limite de atuação do Poder Legislativo causa “má interpretação” sobre o trabalho dos vereadores.

Assista trecho da fala:

Acompanhe os trabalhos do Poder Legislativo Municipal

http://camarapenedo.al.gov.br/  Redes Sociais camarapenedo (Facebook e Instagram)

Texto e fotos Fernando Vinícius – jornalista MTB 837/AL