Abre o olho, Diniz: jovens de Xerém brilham e ‘pedem passagem’ no Fluminense

​Aos 48′ do segundo tempo, as estatísticas apontavam: 19 finalizações do ​Fluminense contra apenas uma do ​Cruzeiro. O placar da partida de ida pelas oitavas da Copa do Brasil naquele momento? 1 a 0 para o time mineiro, em pleno Maracanã. No último lance do jogo, o garoto João Pedro ‘tirou da cartola’ a VIGÉSIMA conclusão a gol do time tricolor, igualando o marcador e aliviando, em partes, a pressão das arquibancadas

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​Como noticia o ​UOL Esportes, o tento salvador do atacante de apenas 17 anos mudou o clima do estádio, que já ensaiava protestos direcionados ao trabalho de Fernando Diniz. Vistos pelo torcedor como protagonistas negativos nos últimos tropeços do clube, o goleiro Rodolfo e o atacante Luciano não escaparam das vaias, enquanto as entradas de Marcos Paulo e João Pedro, que viria a ser herói no último lance da partida, foram celebradas.

Os meninos de Xerém trouxeram mais objetividade e mudaram o andamento da partida, que caminhava a um novo desfecho cruel para os cariocas, como nas partidas contra Goiás e Botafogo: domínio absoluto e derrota. Nitidamente emocionado, João Pedro vibrou com seu segundo gol como profissional: A gente trabalha para isso. Fui feliz no último minuto e consegui fazer o gol. O Diniz falou para eu acreditar até o final. Deu certo“, contou.

Apesar de ser o artilheiro do time no ano, Luciano tem sido o elo fraco no ataque tricolor, especialmente nas últimas três semanas. O atacante tem acumulado falhas decisivas desde a partida contra o Santa Cruz em Pernambuco (17/04), desperdiçando oportunidades claras consecutivas, quase sempre debaixo das traves rivais. Com a garotada pedindo passagem, é hora de Diniz mostrar ao seu capitão que não há espaço para acomodação e que não há intocáveis no elenco. Essa ‘zona de conforto’ vivida por Luciano tem sido nociva ao coletivo, e já lhe faz merecer uma visita ao banco de reservas. 





Fonte: 90min