Dúbio? Santos vê empate como positivo, mas teme cenário da volta contra o Galo

​Ao sair do Estádio Independência com um 0 a 0 na bagagem, elenco e comissão técnica do ​Santos não demonstraram incômodo ou satisfação com o resultado. Na avaliação alvinegra, o empate sem gols em Minas Gerais foi um bom resultado, exigindo do Peixe apenas uma vitória simples na Vila Belmiro para avançar às quartas da Copa do Brasil.

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​”Resultado não é ruim, tendo em conta a qualidade do mandante e os jogadores da equipe contrária. Não é um resultado para lamentar. Tentamos a vitória, como sempre, mas por ser visitante, não é algo ruim e me parece justo o resultado”, afirmou o auxiliar técnico Jorge Desio, responsável por substituir o suspenso Jorge Sampaoli.

Apesar da avaliação positiva, o possível cenário de baixas múltiplas no elenco alvinegro para o jogo da volta preocupa. Como destaca o ​UOL Esportes, quatro jogadores alvinegros apareceram na pré-lista de convocados de suas respectivas seleções, em virtude da ​Copa América de 2019: Soteldo (Venezuela), Cueva (Peru), Aguilar (Colômbia) e Derlis (Paraguai).

Além dos quatro citados, o volante Carlos Sánchez ainda pode pintar entre os convocados da Seleção do Uruguai, enquanto o atacante Rodrygo foi lembrado por Jardine para a disputa do torneio de Toulon, que será disputação pela seleção pré-Olímpica (veja os convocados ​aqui).

Tentando diminuir os efeitos colaterais, a diretoria santista já entrou com pedido de liberação de Rodrygo junto à CBF, além de buscar a antecipação do jogo da volta contra o Atlético-MG, programado originalmente para o dia 6 de junho. No entanto, a mudança no calendário é considerada improvável, já que o Galo tem agenda cheia por conta da ​Sul-Americana.

​​Para ler mais notícias do Santos, clique ​aqui.





Fonte: 90min