Jonathan Azevedo rememora momento em que descobriu que era adotado no Tamanho Família

Jonathan Azevedo e família no palco do programa Tamanho em Família
Jonathan Azevedo e família no palco do programa Tamanho em Família (Foto: Globo/ Isabella Pinheiros)

No próximo domingo (19), Fernanda de Freitas e Jonathan Azevedo vão levar seus parentes
para brincar no palco do Tamanho Família. Apresentado por Márcio Garcia, o programa começa logo
após o Domingo Espetacular, na Globo.

Do lado dos Freitas, Rosângela,
mãe da atriz, o pai João Augusto e o vovô Burg formam o time. Já a equipe dos
Azevedo tem Sildeia, mãe do ator, o pai Sergio e o irmão Victor.

Nos papos com o apresentador,
Jonathan mostra-se ser uma pessoa de coração intenso. Emocionado, ele lembra
dos amigos que o ajudaram a estudar e sente um turbilhão de emoções ao contar
como foi quando sou, aos 16 anos, que era adotado.

Ali eu comecei a desconstruir tudo. Naquele momento tive o
privilégio de conhecer aquelas pessoas incríveis, que eram meus pais. Eu tive
uma mulher que olhou para mim e um pai que só queriam me dar o maior amor do
mundo. E me deram”
, afirma o ator.

Em seguida, ele continua: “Depois eu comecei a entender o que Deus reservava na minha vida e comecei a ver a fortaleza que eles eram. Vi todas as dificuldades caindo por terra e virando amor e paz porque eu tive uma família que transbordou de amor. Eles não estavam me escondendo, eles estavam me protegendo”.

Fernanda rememora infância

Fernanda, conta, também sempre foi muito família. “A minha família, como todas, é puro amor dentro das nossas confusões”, define ela. “Meus pais são separados há vinte e poucos anos. Mas às vezes você liga para um, e minha mãe está reclamando que meu pai foi na casa dela consertar alguma coisa. Ele, sempre que dá, pede um charuto de repolho em troca das ajudas”, diverte-se a atriz. 

Fernanda de Freitas e familia no palco do programa Tamanho em Família
Fernanda de Freitas e família no palco do programa Tamanho em Família (Foto: Globo/ Isabella Pinheiros)

No palco, ela recorda da infância
em na fazenda dos avós em Paranaíba, Mato Grosso do Sul. “A nossa brincadeira de criança era ir atrás
de bicho, sapo, cobra, subir em árvore, pisava no cocô da vaca. A gente
brincava em cima da árvore e cada galho era um cômodo. Eu aprendi a dançar
nessas festas dos meus avós com os amigos. Meu avó toca bandolim e minha avó
acompanhava no violão
”.



Fonte: Observatório da TV