Record recontrata apresentadora 'roubada' pela Globo após 6 meses


Marina Maimone protagonizou uma movimentação pouco comum na televisão brasileira. Após trabalhar durante anos na Record de Palmas (TO), pediu demissão em outubro de 2018 e se transferiu para a Globo local. Mas ontem (15), após seis meses, anunciou seu retorno à TV Jovem Palmas, afiliada da emissora de Edir Macedo no Estado.

No ano passado, Marina aceitou o convite da Globo para realizar o sonho de ser apresentadora, já que na Record ela atuava como repórter e só era escalada para algum telejornal quando um dos titulares se ausentava.

Ela estreou no comando do Jornal Anhanguera – 1ª Edição no dia 9 de novembro. E apareceu à frente do telejornal pela última vez no sábado (11).

Na quarta (15), em seu perfil no Instagram, ela anunciou o retorno à TV Jovem Palmas, mas não revelou qual será sua função e nem quando estreará.

Marina Maimone assinando seu novo contrato com a Record de Palmas (Foto: Reprodução/Instagram)

O Notícias da TV apurou que ela estará à frente do Balanço Geral do meio-dia, no lugar de Paulo Carneiro, que foi transferido para a Record de Goiás.

“Galera, hoje começo uma nova fase na minha carreira. Sou grata por tudo que já vivi e por tudo que virá pela frente. Obrigada TV Jovem pelo convite e pela liberdade de continuar fazendo aquilo que acredito: jornalismo olho no olho, de igual pra igual. Sei que teremos muitas dificuldades pela frente, mas eu cresci em meio a desafios, e estou pronta pra encarar mais esse”, escreveu em seu Instagram.

Em seu lugar na TV Anhanguera, foi escalado o apresentador Marcelo Pereira, que atuava como plantonista e substituto dos titulares de outros programas da casa.

Uma movimentação como essa é pouco comum na TV brasileira. Os casos mais recentes foram o de Luiz Bacci, que trocou a Record pela Band em agosto de 2014, mas retornou à emissora de Edir Macedo após sete meses; e José Luiz Datena, que fez o processo inverso em 2011, ficando apenas 43 dias na Record.




Fonte: Notícias da TV / UOL