São Paulo planeja vender Arboleda por R$ 44 milhões

Nos últimos anos, a torcida do ​São Paulo se acostumou com o clube vendendo jovens jogadores importantes no meio da temporada. Foi assim que o clube paulista perdeu atletas que hoje estão se destacando na Europa, como Eder Militão, David Neres e Thiago Mendes. Desta vez, a diretoria são-paulina vai priorizar a permanência das joias e planeja vender apenas um medalhão.

Arboleda

A cúpula do Tricolor paulista continua recebendo diversas sondagens para negociar o zagueiro Arboleda. O defensor já vem sendo cobiçado por clubes da Europa desde o ano passado e sua saída é tratada como certa a partir de julho. O equatoriano também revelou internamente que tem um sonho de jogar nos gramados do Velho Continente e deseja sair ainda em 2019.

O zagueiro tem contrato com o clube paulista até junho de 2022 e o SPFC pretende vendê-lo por um valor próximo de 10 milhões de euros (R$ 44,8 milhões na cotação atual). Na visão do clube, esse montante estaria de bom tamanho pela qualidade técnica que o atleta apresenta dentro das quatros linhas. Clubes da Itália, França e Portugal estão de olho.

Apesar de ser considerado um defensor muito importante, dirigentes reconhecem que é preciso vender algum jogador para equilibrar o fluxo de caixa e terminar ano contabilmente no azul, em dezembro. A possível saída do defensor também beneficiará para a permanência do atacante Anthony. A joia desperta a cobiça do Ajax, da Holanda, mas o Tricolor já bateu o martelo e não negociará o atleta esse ano.





Fonte: 90min