The Big Bang Theory tem final digno, refinado e emocionante


Comédia mais popular da atualidade, The Big Bang Theory teve os dois episódios finais exibidos na última quinta (16), nos Estados Unidos. O adeus foi digno, recheado de elementos que provocaram risadas nos telespectadores durante 12 temporadas. Chuck Lorre e equipe primou pelo cuidado para entregar aos fãs uma despedida bem emocionante.

O fim de Big Bang Theory amarrou satisfatoriamente todas as histórias do núcleo principal dos personagens. Isso foi feito com elementos que permearam a série desde sua estreia, em 2007. Os episódios derradeiros colocaram em cena tudo o que a série tem de melhor.

Sheldon Cooper (Jim Parsons) apareceu devidamente sentado no sofá do antigo apartamento, em seu lugar escolhido cientificamente, uma das esquisitices folclóricas da série. E quando o nerd sabichão e chatonildo não estava no seu lugar, todos ao redor o deixavam vago, por respeito.

Não podiam faltar as conversas descendo as escadas, do quarto andar ao térreo do prédio onde Sheldon e Leonard Hofstadter (Johnny Galecki) moram com suas respectivas mulheres, Amy Farrah Fowler (Mayim Bialik) e Penny (Kaley Cuoco). Algo tão marcante da série ganhou um destaque na despedida.

Outra ladainha significativa de Big Bang Theory tinha que aparecer no final: Howard (Simon Helberg) se gabando de ser um astronauta. E em algum momento Sheldon envergonhou os amigos com seu comportamento fora de tom e indelicado? Sim, obviamente que sim.

O astrofísico indiano Rajesh Koothrappali (Kunal Nayyar) ganhou a oportunidade de aflorar todo seu lado feminino ao convidar Amy para um banho de loja, com maquiagem, cabelereiro, novas roupas… Raj, sempre com pensamento positivo, fez um discurso pró-mulher que reanimou Amy, até então cabisbaixa. O lado sentimental de Raj, também um marco da série, foi usado de forma cirúrgica

Foi nítido perceber como todo mundo da comédia nerd, dos roteiristas aos produtores, se preocuparam em apresentar em cerca de 40 minutos cada detalhe importante da trama. Para um desses pontos, foi dedicado um tempo especial.

A amizade de Penny e Sheldon explica a essência da comédia e uma conversa franca entre os dois mostrou como eles foram o alicerce da atração.

Ressabiado, o nerd ficou rabugento da noite para o dia porque viu muitas mudanças acontecerem ao seu redor. Tomando uma com Penny no restaurante no qual ela trabalhou de garçonete, os dois bateram um papo sobre como eles evoluíram desde o momento em que se conheceram.

Penny lembrou que Sheldon tem um grupo de amigos, casou, trocou de apartamento e até chegou a usar um boné virado para trás (piada interna). Já ele pontuou que a amiga também mudou de vida, agora com uma carreira bem-sucedida e casada. Sheldon fez questão de salientar que a loira não se veste mais como uma periguete, como nas temporadas iniciais.

A certeza é que The Big Bang Theory fez uma despedida excelente para os fãs e vai entrar para a história como um dos grandes finais de temporada de uma série de TV. O que não é fácil, pois mesmo grandes produções escorregam no capítulo final. O público brasileiro verá o adeus de Big Bang Theory no próximo dia 2, na Warner.

A comédia respondeu perguntas que foram feitas antes da última temporada começar e contou grandes novidades. Para quem quiser saber, depois da foto abaixo seguem as principais revelações do fim de Big Bang Theory:

[Atenção: spoilers]

Última imagem da série Big Bang Theory; elenco refez cena clássica da vinheta de abertura

– Amy e Sheldon venceram o prêmio Nobel de física;

– Elevador do prédio onde Sheldon e Leonard moram voltou a funcionar;

– Penny ficou grávida de Leonard;

– Se manteve o mistério acerca do sobrenome de solteira de Penny .




Fonte: Notícias da TV / UOL