Vereador de São Brás atribui matérias requentadas a opositores

Morsa no carro provocada pelo murro recebido

Um fato que aconteceu há cerca de 60 dias no município de São Brás, no Baixo São Francisco alagoano, foi requentado nesta quinta-feira(09), quando a informação de que o vereador e policial civil da cidade ribeirinha, Jaelson dos Santos Silva (PDT), conhecido como ‘Mima’, estaria sendo acusado de praticar espancamento, calúnia, difamação e abuso de autoridade. Segundo informações veiculadas na imprensa alagoana, Mima teria espancado um pescador identificado por Carlito Limeira que mora do povoado Tibiri, em São Brás.

Em contato com o vereador Joelson dos Santos, para saber do que se tratava, pois à época o fato foi encarado também como Mima sendo vítima na situação, fui informado pelo próprio policial civil, o qual tem ampla admiração e respeito em sua terra, que o fato pode ser atribuído à proximidade do período eleitoral e opositores quererem se aproveitar da situação e da inocência alheia para lhe prejudicar politicamente em pleitos eleitorais futuros.

De acordo com o vereador, ainda era pela manhã quando ele foi pagar a compra de um botijão de gás, ocasião que foi surpreendido pelo cidadão mencionado no fato, lhe agredindo moralmente com diversas palavras de baixo-calão, oportunidade que também o chamava de vereadorzinho e policialzinho safado que não tinha moral pra nada. Ainda de acordo com Joelson foi pedido para que o agressor saísse de sua porta e quando ele (Joelson) saiu com seu veículo de casa e passava pela via pública, o Carlito esmurrou o carro do vereador, momento em que o mesmo desceu do carro e o conteve sendo necessário uso da força.