8 estrelas que despontaram em clubes desconhecidos

​Nem todo grande jogador de futebol teve a sorte de começar sua carreira em grandes clubes. Na verdade, a maioria percorre um longo (e difícil) caminho até se tornar um atleta de elite. Muitos astros do ​futebol europeu não fogem a esta regra e começaram suas trajetórias em pequenas equipes de sua cidade ou então partindo para longe procurando uma chance. 

Nós, do ​90min, preparamos uma lista com nomes famosos do futebol que começaram em times não tão famosos assim. Confira!


LUIS SUÁREZ – GRONINGEN (HOLANDA)

Hoje craque do Barcelona e fiel escudeiro de Lionel Messi, Suárez explodiu na Europa após sua passagem pelo pequeno clube holandês chamado Groningen. Os holandeses o contrataram após o uruguaio ser a revelação do Nacional em 2005. De lá, ele viu sua carreira decolar ao ir para o Ajax, depois para o Liverpool e finalmente, para o Barça.


VIRGIL VAN DIJK –  WILLEM II (HOLANDA)

O melhor zagueiro da Premier League 18/19 não teve um começo fácil. Foi revelado pelo Willem II, da Holanda, mas lá não teve muitas oportunidades. Passou por outros clubes pequenos do país até conseguir uma vaga no Celtic e de lá explodir para o resto da Europa. Hoje no Liverpool, Van Dijk é cotado até para ganhar a Bola de Ouro. 


EDEN HAZARD – LILLE (FRANÇA)

O craque vendido a 100 milhões de euros para o Real Madrid teve um bom início nas categorias de base do Lille, clube que sofreu alternando entre a elite francesa e as divisões inferiores por anos. O belga foi para a França e passou três temporadas lá até ir para o Chelsea e voar. Hoje, está no top 5 de melhores jogadores do mundo.


OUSMANE DEMBELÉ – RENNES  (FRANÇA)

Dembelé teve seu início do Rennes, nada discreto, considerando que em menos de um ano já estava vendido para o Borussia Dortmund. Por lá, se destacou ainda mais e viu o Barcelona desembolsar 105 milhões de euros (fixos, fora bônus) para ter ele no elenco. Ainda não conseguiu se firmar como titular, mas é uma promessa do futebol. 


 PAULO DYBALA – PALERMO (ITÁLIA)

Formado em categorias de base na Argentina, Dybala foi ainda muito novo para o Palermo da Itália, um clube sem muitas estrelas. Lá, o argentino se destacou e foi comprado pela Juventus. Aos 25 anos, Dybala ainda tem muito futebol para mostrar na Velha Senhora e na seleção do seu país.


N’GOLO KANTÉ – CAEN (FRANÇA)

O tímido volante francês não teve um início nada discreto. Jogando a segunda divisão francesa pelo Caen, Kanté chamou a atenção de todos por sua habilidade e consistência nos jogos. Especulado em vários clubes, escolheu o Leicester onde se destacou ainda mais e foi vendido para o Chelsea.


MARCO VERRATTI – PESCARA (ITÁLIA)

Verrati começou sua carreira jogando a terceira divisão do futebol italiano com o Pescara. Após subir para a segunda, o volante foi destaque na campanha do título nacional e foi o principal jogador do time que retornou à primeira divisão depois de 25 anos. Hoje, é um dos melhores jogadores do PSG.


FRENKIE DE JONG – WILLEM II (HOLANDA)

Um dos astros do time “xodó” de 2019, De Jong começou no Willem II assim como Van Dijk, mas em cenários bem diferentes. Ainda muito novo foi para as categorias de base do Ajax. O meia impressionou muitos clubes nos anos que jogou por lá e na próxima temporada europeia, De Jong jogará com Messi e companhia no Barcelona.



Fonte: 90min