Atrito no Santos continua, e presidente pede “um pouco de paciência”

​A situação interna do ​Santos não parece estar muito tranquila. O relacionamento entre Jorge Sampaoli e o presidente do clube, José Carlos Peres, está um pouco ​desgastado. O motivo principal é o fato de o cartola não estar cumprindo as promessas feitas ao técnico. Mas às vésperas do retorno do Brasileirão, o presidente tenta manter a calma para evitar que os problemas reflitam em campo.

FBL-SUDAMERICANA-SANTOS-RIVERURU

O desgaste maior agora foi a falta do pagamento do direito de imagem de ​Sampaoli e de alguns jogadores. Peres prometeu na quinta-feira da semana passada, 4, pagar tudo até o dia 8, que foi a última segunda. Mas até a manhã desta quarta, 10, isso não ocorreu. A irritação e as reclamações do técnico são públicas, o que tem desagradado o presidente. 

“Jorge Sampaoli é muito competitivo e da mesma forma é exigente! As cobranças deveriam serem internas e não expostas. A maioria das cobranças estamos procurando atendê-lo”, disse Peres. “Um pouco de paciência, estamos às vésperas do prosseguimento do Brasileirão, única competição que estaremos disputando. Não podemos inviabilizar o clube, fomos o que mais contratamos este ano”, completou.


FBL-FRA-LIGUE1-LYON-TRAINING

Outra reclamação do técnico é a falta de contratações nesta pausa para a Copa América. Sampaoli quer um novo volante para substituir Jean Lucas que foi para o Lyon, além de um ponta para o lugar deixado por Rodrygo que foi para o Real Madrid. O argentino também espera um lateral-direito para competir por vaga com Victor Ferraz, o único que exerce essa função no elenco santista.

Hoje, o Santos ocupa a segunda colocação da tabela do Brasileiro, ficando atrás apenas do invicto Palmeiras. Como a competição é a única disputada pela equipe até o final do ano, Sampaoli e a diretoria querem um time competitivo para brigar por título. Para isso, eles vão precisar resolver as divergências existentes. 





Fonte: 90min