Brasileiro feminino recomeça com um desafio: manter modalidade em alta

​É fato que a Copa do Mundo de futebol feminino de 2019, que terminou no último domingo com o ​título dos Estados Unidos, foi um marco. Não apenas pela qualidade, mas também pelos estádios lotados e pela visibilidade dada pelos meios de comunicação. A disputa na França foi a que gerou maior interesse na história do torneio. E é tentando aproveitar este embalo que o Campeonato Brasileiro recomeça com um desafio: manter a modalidade em alta dentro do País.

De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

Megan Rapinoe

A ideia é perpetuar o interesse popular pelo esporte. Para tanto, a TV aberta pode ser uma grande aliada. No mês de maio, depois de sete rodadas da competição, a BAND anunciou um acordo com a CBF para a transmissão de jogos da primeira e segunda divisão nacional nos domingos. No dia 14, a emissora volta a exibir o Nacional. A partida escolhida, Corinthians x São Francisco, acontecerá em São Paulo, pela 11ª rodada, e começará às 14h.

FBL-WC-2019-WOMEN-MATCH40-FRA-BRA

Já nesta quarta-feira, pela 10ª rodada, ocorrem os seguintes confrontos: Vitória-Santa Cruz x Iranduba, São Francisco x Kindermann-Avaí, Minas ICESP x Ponte Preta, Sport x Ferroviária, Vitória x Santos (todos a partir das 15h) e Foz-Athletico x Corinthians (16). Estes duelos terão transmissão apenas pelo Twitter @BRFeminino com a plataforma MyCujoo.





Fonte: 90min