Cria do Internacional, Sasha apronta em entrevista e volta a provocar “desafeto” do Grêmio

Pode-se dizer que, nos primeiros seis meses de 2019, Eduardo Sasha renasceu no Santos. Antes fora dos planos de Jorge Sampaoli, o atacante deu a volta por cima e hoje é um dos titulares do Peixe e, de quebra, vem brigando pela artilharia do Campeonato Brasileiro. Nem mesmo o interesse do futebol turco faz o gaúcho querer sair da Vila Belmiro neste momento, que se vê feliz após vários empréstimos quando ainda defendia o ​Internacional

Mas o insucesso em Porto Alegre não faz Sasha perder o carinho pelo clube que o formou para o futebol. Aliás, quando ainda defendia o Internacional, o atacante chegou a trocar farpas com Luan, atacante do ​Grêmio, e as provocações não pararam, mesmo agora que ele esteja em ótima fase no Santos. 

FBL-LIBERTADORES-UDECHILE-INTER

Tudo começou ainda em 2016 quando ambos protagonizavam o “Gre-Nal”. Sasha provocou o arquirrival depois da conquista do Campeonato Gaúcho, quando dançou valsa com a bandeirinha de escanteio fazendo alusão aos 15 anos sem títulos do Grêmio. A rivalidade foi parar na comemoração do título tricolor na Libertadores de 2017, quando Luan mandou o ex-atacante do Inter “tomar no …”.

Nova polêmica. Em uma breve entrevista aos canais Esporte Interativo, Sasha tinha que escolher seus nomes preferidos para atuar no setor ofensivoRodrygo, ex-Santos e hoje no Real Madrid, e Guerrero, hoje também no Inter, foram os escolhidos – e, de quebra, provocou o camisa 7 do Grêmio, que ficou de fora da relação. Não satisfeito por ter ignorado Luan, Sasha justificou com uma provocação: “Colocaria no outro time para dar uma caneta nele”.

Com contrato no Santos até dezembro de 2022, Sasha hoje se mostra motivado em fazer história na Baixada e avisou seu empresário que não fale mais sobre sondagens ou ofertas de fora do país. O Peixe detém 50% dos direitos econômicos para uma eventual transferência. O atacante estará entre os titulares de Sampaoli em jogo contra o Bahia, logo mais, às 19h (horári ode Brasília), em Pituaçu, pelo Brasileirão. 





Fonte: 90min