Empresário cita desejo de Borja em jogar no Junior Barranquilla e esclarece posição do Palmeiras

O fim da era de ​Miguel Borja no Palmeiras parece estar muito próximo. Sem espaço no elenco de Luiz Felipe Scolari, o camisa 9 busca claramente outro ares pensando em ter uma frequência maior de jogos. ​Nas últimas semanas, seu empresário Juan Pablo Pachón sondou vários destinos para o pupilo neste segundo semestre, entre eles a liga norte-americana de futebol (a MLS) e clubes da Colômbia. 

Em entrevistas recentes, Borja deixou claro sua torcida pelo Junior Barranquilla e o inferno astral vivido no Verdão fez com que a chance de se transferir para seu país ficasse maior. Em entrevista à ​rádio colombiana Caracol, na noite da última terça-feira (09), o representante admitiu que é um desejo do camisa 9 defender as cores dos “Tiburones”, porém tudo depende da quantia envolvida. 

Borja

Segundo Pachón, o Palmeiras não estaria disposto a ceder Borja por empréstimo, já que, há dois anos, o clube desembolsou mais de 10 milhões de dólares (cerca de R$ 34 milhões na cotação da época) para trazer o goleador do Atlético Nacional. “Não é segredo para ninguém que Miguel é um grande torcedor do Junior e que deseja jogar no clube um dia, mas, neste momento, a situação não é fácil, já que se trata de uma questão econômica”, explicou. 

“Os parâmetros econômicos de uma possível operação são bastante elevados para a realidade do futebol colombiano. Se o Junior decidir fazer um esforço econômico, as possibilidades ganhariam força, mas, neste momento, não existe nenhum contato entre as partes”, esclareceu o agente de Borja. 

Por ter segurado o centroavante até aqui, o Palmeiras terá que pagar 3 milhões de dólares (mais de R$ 12 milhões) ao Atlético Nacional, valor estipulado em cláusula desde quando os colombianos venderam o atacante, em fevereiro de 2017. Nesse período, Borja nunca foi titular absoluto da equipe e, com Felipão, a situação piorou. Deyverson é o dono da posição e o colombiano vai ficando atrás até do jovem Arthur Cabral. 

Borja só foi utilizado como titular recentemente na partida de volta da Copa do Brasil diante do Sampaio Corrêa, no Allianz Parque. Em 2019, o centroavante soma apenas 14 partidas e três gols marcados. Ele sequer entrou em campo até aqui no Campeonato Brasileiro, em que Felipão costuma dar oportunidade a todos do elenco.





Fonte: 90min