Homenagem! Torcida do Atlético-MG se mobiliza por 100ª partida de Adilson

Se depender de alguns torcedores do ​Atlético-MG, o volante Adilson ainda entrará em campo mais uma vez com a camisa alvinegra. E seria por um motivo especial: completar o seu 100º jogo pelo clube.

De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

A ideia teve origem no Twitter, através de um perfil denominado “Chico Bento” e que é ligado a um fã do Galo. Ao responder a um post atleticano, ele escreveu: “Faça uma homenagem justa nem qui (sic) ele entre em campo só 1 minuto pra dá (sic) 100 jogos pelo Galo”. A manifestação, logo, teve apoio de outros torcedores. Para não correr qualquer tipo de risco, ele ficaria no banco de reservas e entraria apenas no minuto final, como uma forma de homenagem.

O ​anúncio da aposentadoria do volante de 32 anos pegou a todos de surpresa. Ele precisou abreviar a sua carreira por conta de uma cardiomiopatia hipertrófica. O problema apareceu durante a realização de exames de rotina na intertemporada. E, claro, ligou o alerta. O próprio Adilson, aconselhado pelo Dr. Haroldo Aleixo, cardiologista do Atlético, procurou seu médico pessoal para uma nova avaliação, cujo resultado foi idêntico. Antes de qualquer atitude mais drástica, os dois lados ouviram terceira opinião. E foi após isso que o meio-campista foi afastado dos treinamentos e decidiu por abandonar os gramados.

Revelado pelo ​Grêmio, Adilson chegou ao Atlético-MG em março de 2017, depois de passagem pelo Terek Grozny, da Rússia. Campeão mineiro logo em sua primeira temporada pelo Galo, disputou 99 partidas pela equipe e ainda tem contrato até dezembro de 2020. Ele seguirá tratamento no clube, mas a função ainda não foi definida.

Para mais notícias do Atlético-MG, clique ​aqui.

Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG / Divulgação





Fonte: 90min