Mano revela detalhes sobre “novidade” que decidiu clássico para o Cruzeiro

​Fred no banco de reservas e Pedro Rocha de titular. A alteração na equipe do Cruzeiro para iniciar o clássico contra o ​Atlético-MG surpreendeu, mas acabou sendo o fator de desequilíbrio em favor da Raposa na goleada por 3 a 0 no confronto de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Após o duelo, o técnico Mano Menezes revelou que este teste já havia sido feito, mas longe do olhar da imprensa.

De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

Nas atividades abertas, o treinador jamais “entregou o jogo”. No entanto, esta alternativa já vinha sendo pensada há algum tempo, tanto que foi trabalhada em um treino fechado. O treinador disse, inclusive, que havia observado Pedro Rocha atuando como centroavante nos tempos de Juventus, quando estava emprestado pelo Grêmio. “Não trabalhamos tanto taticamente, apenas fizemos essa escolha. Mas eu não fiz isso nos jogos-treino para que o adversário não ficasse sabendo o que eu estava pensando. É difícil para os zagueiros saírem correndo atrás de um jogador rápido como o Pedro Rocha. Claro que você não tem certeza se irá funcionar, mas dessa vez deu certo”, disse Mano.

E realmente a movimentação de Pedro Rocha confundiu a marcação atleticana. Se Réver e Igor Rabello estavam preparados para um duelo de mais contato físico, precisaram sair à caça do rival, abrindo espaços e desestruturando as linhas defensivas armadas por Rodrigo Santana. Ainda no primeiro tempo, o atacante tratou de praticamente liquidar a partida, marcando um golaço de fora da área e fazendo uma jogada individual para Thiago Neves ampliar. “Às vezes eu acordo às 3, 4 horas da manhã e fico pensando algumas coisas. É a vida da gente. Trabalhar, tentar, tomar a decisão correta. No treino dessa semana, tirei o Fred e coloquei o Pedro. E as coisas se encaixaram bem. Treinador tem que solucionar problemas, e nós estávamos tento problemas de profundidade”, concluiu o técnico cruzeirense. Na próxima semana, a Raposa pode perder por até dois gols de diferença que, mesmo assim, se classificará à semifinal do torneio.

Para mais notícias do Cruzeiro, clique ​aqui.





Fonte: 90min