Opostos: Atuação errática de Deyverson contrasta com brilho defensivo alviverde

​Na noite da última quarta-feira (10), o ​Palmeiras encarou o Internacional, em duelo de ida válido pelas quartas de final da Copa do Brasil. Com gol único de Zé Rafael, a equipe paulista saiu do Allianz Parque com vitória importante por 1 a 0, rumando ao sul do país com vantagem simples, porém bastante significante diante do equilíbrio que marca a competição. 

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​Como destaca o ​UOL Esportes, a partida foi marcada por mais uma exibição de almanaque da dupla Gustavo Gómez e Luan, zaga que emplacou, nesta partida, o recorde histórico do clube de mais minutos consecutivos sem sofrer gols. O impecável desempenho defensivo do Verdão, por sinal, explica seu posto de quase imbatível em solo brasileiro: 16 jogos de invencibilidade na temporada, sendo a defesa menos vazada da Série A em 2019.

A partida impecável dos zagueiros e da retaguarda alviverde como um todo, no entanto, contrasta com o que se viu ofensivamente, especialmente na figura de Deyverson. O centroavante errou inúmeros passes e matou diversas jogadas agudas da equipe, atuação que enfureceu até mesmo Luís Felipe Scolari, um de seus principais entusiastas na Academia de Futebol. Em coletiva pós-jogo, o treinador chegou a prometer uma conversa particular com o camisa 16, para corrigir seu posicionamento em campo.

O destaque ofensivo solitário do Verdão foi Zé Rafael, autor do gol da vitória. Mostrando enorme dedicação, o camisa 8 ajuda na recomposição, desarma e ainda produz na frente, se consolidando como uma espécie de ‘todocampista’. Com o tento do triunfo, o armador chegou aos quatro com a camisa alviverde.





Fonte: 90min