Por Luxa, Vasco pode atravessar rival em contratação de camisa 9 da Europa

Com a volta do Campeonato Brasileiro marcada para o próximo final de semana, o ​Vasco da Gama não desistiu da saga de contratar de um centroavante. A diretoria cruz-maltina continua segue mapeando o mercado brasileiro e do exterior em busca de um jogador que esteja dentro do orçamento do clube. O presidente Alexandre Campello chegou na última quarta-feira (10) de viagem da Europa e também observou possibilidades. 

Diariamente empresários têm oferecidos atacantes – através de intermediários – e os diretores do Vasco repassam essas opções ao técnico Vanderlei Luxemburgo. De acordo com o canal ​”Atenção Vascaínos!”, do Youtube, dois nomes que não foram antes especulados nas alamedas de São Januário estão em evidência – os argentinos Franco Di Santo, ex-Chelsea, Werder Bremen e Schalke 04, e Nicolás Blandi, hoje no San Lorenzo.

Nicolás Blandi

Da dupla, Di Santo é quem mais faz o perfil atual de reforço do Vasco, pois está livre no mercado. Ainda assim, uma negociação é considerada muito complicada pela diretoria carioca, já que se trata de um jogador em alta no futebol mundial e que pediria vencimentos astronômicos. Aos 30 anos, o atacante de 1,96m defendeu o Rayo Vallecano, da Espanha, na última temporada. 

Em entrevista recente, Di Santo revelou uma conversa com o amigo Lucas Pratto, centroavante do River Plate, em que confirma sondagem de clubes brasileiros. Agora estou livre no mercado, esperando a oportunidade de encontrar uma equipe para jogar. Tenho falado pouco com o meu representante, mas sei que houve interesse do Brasil. Acredito que o Brasil tem uma liga muito competitiva”, confirmou o camisa 9. O Grêmio foi uma das equipes do Campeonato Brasileiro que andou monitorando o jogador. 

Do outro lado, Blandi aparece como uma alternativa mais viável, embora tenha contrato com o San Lorenzo até junho de 2020. Aos 29 anos, o atacante de 1,78m foi um dos destaques da histórica conquista da Libertadores de 2014 pelo clube de Almagro. O Vasco se interessa pelos números do atleta – tem 60 gols marcados em 147 partidas. 

De acordo com a apuração, o San Lorenzo pede 3 milhões de dólares (cerca de R$ 11 milhões na cotação atual) para negociar Blandi com o Vasco. Uma alternativa a médio prazo para o presidente Campello é esperar o final da temporada, quando o jogador poderia assinar um pré-contrato com qualquer clube, isso se não renovar com o time do Papa Francisco. 

Enquanto não tem uma definição sobre um possível reforço para o comando do ataque, Luxemburgo vai se virando com o trio Rossi, Marrony e Tiago Reis. Nos treinamentos em Foz do Iguaçu, durante a Copa América, o treinador andou testando variações, com os meias Valdivia, Bruno César e Marquinho mais avançados na posição de “falso 9”. 





Fonte: 90min