​Contratado pela ​Chapecoense em abril de 2019, Ernandes pode ter seu contrato rescindido muito em breve. Tudo dependerá do desfecho do caso em que o jogador está envolvido no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD): julgado por falsificação de documentação para alteração de idade – popularmente conhecido como ‘gato’ -, o lateral foi julgado culpado e suspenso por 180 dias, decisão da qual irá recorrer

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​De acordo com o ​Globoesporte, o clube catarinense colocou seu corpo jurídico à disposição do jogador e deve aguardar a conclusão do julgamento para definir como agirá contratualmente. Por não fazer parte do processo – a denúncia aconteceu quando Ernandes ainda defendia o Goiás, em 2018 -, o Verdão do Oeste se vê blindado de qualquer prejuízo. 

O contrato firmado entre atleta e clube em abril já previa uma cláusula referente ao caso, na qual o clube se isenta de qualquer responsabilidade diante de punições futuras. Desta forma, a Chapecoense poderá rescindir unilateralmente com Ernandes, isso se a suspensão de 180 dias for mantida pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Suspeito de adulterar sua idade em dois anos, Ernandes foi denunciado pela Ponte Preta na temporada passada, ainda durante a disputa da Série B. Seu registro no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF consta 11 de novembro de 1987 como sua data de nascimento, informação contrariada pela certidão de nascimento do próprio. A expectativa do clube campineiro era da perda de pontos pelo Goiás, mas a punição acabou sendo definida apenas ao jogador.





Fonte: 90min