Tem vaga? Meia-atacante revela desejo de voltar ao Vasco: “É minha casa”

​Vasco tem revelado bons jogadores, mas muitos deles são vendidos ainda cedo e não conseguem realizar uma história atuando pelos profissionais do Gigante da Colina. Essa, inclusive, é a principal crítica da torcida vascaína para a atual gestão do clube carioca. Na visão dos torcedores, o Cruz-Maltino tem negociado as joias da base com valores baixos e acaba vendo os atletas renderem mais em outros clubes do que no próprio Vasco.

FBL-LIBERTADORES-WILSTERMANN-VASCO

Em uma entrevista para o jornalista Benjamin Back, que vai ao ar nos próximos dias no canal Fox Sports, o meia-atacante Paulinho revelou que sonha em voltar para o Brasil e atuar novamente com a camisa vascaína. Segundo o atleta, que está atualmente no Bayer Leverkusen, o Gigante da Colina é a sua casa e o clube foi quem o abraçou, abrindo as portas para ele se tornar um jogador profissional.

Meu maior desejo quando voltar ao Brasil é voltar para o Vasco da Gama. Foi minha casa por 8 anos e o lugar que me abraçou.”, disse Paulinho.

Paulinho tem apenas 18 anos, mas já é considerado um dos atletas mais promissores do futebol mundial. Com uma técnica bastante apurada, o jogador tenta se habituar no futebol alemão e, assim, crescer ainda mais o seu potencial nos gramados do futebol europeu. Desde garoto, já era considerado uma estrela que iria brilhar muito precocemente.

Em abril de 2018, a diretoria do Vasco oficializou a venda do meia-atacante para o Bayer Leverkusen. A transação girou em torno de 20 milhões de euros (cerca de R$ 85 milhões na cotação da época). A joia foi vendida por um valor inferior a multa rescisória que era algo próximo a 30 milhões de euros (cerca de R$ 127 milhões). A venda do jovem jogador serviu para o Cruz-Maltino pagar várias dívidas e aliviar a saúde financeira do clube.





Fonte: 90min