Torcedores pedem para que Adilson entre no minuto final e complete 100 jogos no Atlético MG

0

O volante Adilson, do ​Atlético Mineiro, anunciou na última sexta-feira (12), ​aposentadoria do futebol. O jogador foi diagnosticado com cardiomiopatia hipertrófica, um problema cardíaco que poderia gerar arritmia cardíaca e, eventualmente, morte súbita. Nas redes sociais, torcedores do Galo agradeceram ex-atleta de 32 anos, mas sugeriram que entre em campo uma última vez com a camisa alvinegra.


​A notícia pode parecer estranha, mas o motivo é para homenagear o ex-futebolista que estava atuando pelo clube desde 2017. De lá para cá, Adilson atuou 99 vezes e se entrar em campo, realizará 100 jogos com a camisa alvinegra. 

A ideia partiu de um perfil que se intitula “Chico Bento”, alusão ao personagem da Turma da Mônica, criado por Maurício de Sousa. “Faça uma homenagem justa, nem que ele entre em campo só um minuto para dar 100 jogos pelo Galo”, lê-se na mensagem, postada como resposta a uma publicação do Atlético no Twitter.



​Até o momento da matéria, publicação contava com 109 compartilhamentos e mais de 500 curtidas. Adilson seguirá no clube, mas a função ainda não foi definida.


​Com passagens no Terek Grozny da Rússia, Adilson 
chegou ao clube em março de 2017, o camisa 21 marcou dois gols com a camisa alvinegra. Seu maior título, como jogador do Atlético foi a conquista do Campeonato Mineiro de 2017.

Natural de Bom Princípio, no Rio Grande do Sul, começou a carreira no ​Grêmio, onde fez sua estreia como profissional em 2007. No Tricolor, conquistou os Campeonatos Gaúchos de 2007 e 2010, disputando 165 partidas.






Fonte: 90min