Vila ou Pacaembu? Pedido de Sampaoli faz Santos ceder em escolhas de mando de campo

​A promessa de campanha terá que ser deixada um pouco de lado. Mesmo que tenha garantido, ao se eleger presidente do Santos, que levaria mais jogos do clube para o Pacaembu, justamente para contentar os torcedores da capital paulista, José Carlos Peres não resistiu a um ‘pedido’ do técnico Jorge Sampaoli. O argentino fez com que o dirigente cedesse no intuito de disputar mais do que 50% dos jogos na Vila Belmiro.

De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

O treinador jamais escondeu, até de forma pública, a sua preferência por atuar na Vila. Segundo ele, o estádio é a casa do Peixe, e isso precisava ser levado em conta. Durante o recesso do calendário nacional para a disputa da Copa América, Peres e Sampaoli tiveram uma conversa sobre o assunto, e o martelo foi batido. Já durante o segundo semestre, o time deverá voltar a mandar a maioria de seus compromissos no litoral.

Nos últimos meses, o treinador já havia manifestado seu descontentamento com algumas situações internas do Santos, como a dificuldade em se contratar um centroavante e, mais recentemente, a perda do volante Jean Lucas. Agora, para não correr qualquer risco de perder seu comandante, Peres precisou ceder. Ao longo de 2019, o Santos já jogou sete partidas na Vila e onze no Pacaembu. Agora, esses números irão se inverter.

Para mais notícias do Santos, clique ​aqui.





Fonte: 90min