Zagueiro gremista acredita em novas oportunidades mesmo voltando ao “fim da fila”

​As lesões de Walter Kannemann, Paulo Miranda e Marcelo Oliveira deixaram o Grêmio em maus lençóis no primeiro semestre. Afinal, com a falta de zagueiros no elenco, o técnico Renato Portaluppi precisou improvisar os volantes Michel e Rômulo no setor. Isso até a aparecer o jovem Rodríguez, que foi alçado à equipe nos últimos compromissos e mostrou qualidade. No entanto, com a chegada de David Braz, o garoto de apenas 21 anos volta para o final da fila.

De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

Os treinamentos da intertemporada deixam claro: Geromel e Kannemann seguem como titulares absolutos, com Miranda e Braz sendo as alternativas imediatas. Ou seja, depois de atuar em cinco partidas (Atlético-MG, Juventude, Fortaleza, Bahia e Botafogo), entre Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, Rodríguez ficará com a quinta opção mesmo tendo somado quatro vitórias e visto o time vazar em apenas uma oportunidade (na derrota para os baianos, em Salvador). “Eu acabei recebendo a oportunidade. Agora tivemos uma folga, voltamos e eu sigo trabalhando forte para ter novas chances. Respeito meus companheiros e sei da qualidade de todos, mas sei que as oportunidades vão vir”, disse o jovem.

Nesta quarta-feira, o Grêmio já tem um compromisso importante. A partir das 19h15min, recebe o ​Bahia pela rodada de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Depois, no sábado, retorna ao Brasileirão enfrentando o ​Vasco da Gama, às 17h, também em Porto Alegre.

Para mais notícias do Grêmio, clique ​aqui.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação





Fonte: 90min