Em Minas Gerais Suspeito aplica ‘ippon’ em policial para fugir

Ele correu, incentivado por populares, mas a polícia conseguiu capturar minutos depois

Um golpe de judô dado por um homem imobilizado foi capaz de derrubar um policial durante abordagem na manhã desta segunda-feira (5), no bairro Alto Vera Cruz, região Leste de Belo Horizonte. O instante exato em que o rapaz, com seu pescoço preso pelo militar, o derruba no chão e consegue fugir foi registrado em ângulos diferentes por moradores da rua. Eles gravaram a ação para denunciar o que consideraram uma postura muito agressiva dos agentes.

Apesar de ter escapado, o rapaz foi preso, assim como outros dois suspeitos. Eles são apontados pela Polícia Militar como donos de uma arma semiautomática, autores de agressão e roubos, usuário de drogas, entre outros delitos. No entanto, em nota enviada, a corporação não especificou exatamente por quais crimes responde o autor do golpe de judô.

De acordo com a assessoria da polícia, tudo começou durante patrulhamento na região, quando militares suspeitaram de dois homens que seguiam pelo bairro em uma moto. Após dar ordem de parada a eles, um teria desobedecido e resistido “por meio de agressões físicas, sendo lhe dada voz de prisão”. A polícia informou ainda que populares tentaram “tomar o preso, investindo contra os militares” e “, aproveitando-se da situação, o homem conseguiu desvencilhar-se da imobilização e evadiu”.

No entanto, moradores que filmaram toda a abordagem denunciam a ação dita “abusiva” dos policiais e apresentam uma história que diverge da versão da Polícia Militar. Num dos vídeos que circulou nas redes sociais, com pouco mais de dois minutos, o autor da gravação critica a postura do policial que imobiliza o suspeito pelo pescoço. “Vou filmar mesmo. Isso aí é covardia. Você está enforcando o cara”, diz. Enquanto isso, o rosto do suspeito aparece e ele tosse bastante.

“Ele está preso por quê? Solta o cara, rapaz, ele vai enforcar”, comenta o homem que filma. Na imagem, é possível ver que algumas pessoas tentam conversar com os policiais, mas alguns são empurrados e outros atingidos por disparos gás de pimenta. O militar que imobiliza o homem chega a sacar a arma.

É em dado instante que o suspeito consegue afrouxar a pressão sobre seu pescoço e realiza o movimento de judô. Após derrubar o policial no chão, o homem escapa e a população comemora com gritos de “bem feito” e “corre, corre, corre”.

Noutro vídeo, este com apenas 38 segundos, o momento em que o policial cai ao chão é filmado de frente e o autor da gravação ainda reflete: “o menino não fez nada, estão enquadrando à toa mesmo”.

Fonte: O Tempo

 

Comentários