Juanfran dá cartão de visitas e solta ‘caixa de ferramentas’ em treino; Antony paga o pato

​Menos de uma semana após ser apresentado como novo reforço do ​São Paulo, o espanhol Juanfran vem mostrando uma disposição parecida com a de um garotão nos treinos no CT da Barra Funda. Por toda a vontade demonstrada nas atividades diárias, o lateral-direito de 34 anos deve estar à disposição do técnico Cuca para a partida contra o Ceará, no próximo domingo (18), no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. 

Nesta terça-feira (13), a SPFC TV, canal oficial do Tricolor no Youtube, compartilhou imagens do treinamento do elenco e flagrou uma entrada de “responsa” do novo camisa 20 do Tricolor no atacante Antony. O jovem de Cotia recebeu um passe de calcanhar de Daniel Alves e tentou um giro com efeito para cima do defensor espanhol, que aplicou um carrinho e atingiu o companheiro. Tudo isso à frente de Cuca (você pode ver no vídeo reproduzido pelos canais Esporte Interativo a seguir).

Após a falta assinalada pelo comandante, o próprio Juanfran ajudou Antony a se levantar e continuar a atividade. O lateral-direito, que defendeu a Seleção Espanhola anteriormente em Copas do Mundo e Eurocopas, assinou um contrato no Morumbi até dezembro de 2020. O ibérico deve ser o titular da ala, já que Daniel Alves pode ser utilizado por Cuca mais avançado no meio ou como ponta. 

Para fechar com Juanfran, o São Paulo contou com a “lábia” de Diego Lugano, hoje diretor de relações institucionais do clube, e o intermédio do ex-companheiro de seleção uruguaia Godín, zagueiro que jogou junto do espanhol no Atlético de Madrid. O veterano já está regularizado junto ao Boletim Informativo Diário da CBF  e aguarda apenas o chamado de Cuca para ser relacionado no Brasileirão. 

Após vencer o clássico contra o Santos, no último sábado (10), o São Paulo subiu para a quinta posição da tabela do Brasileirão, com 24 pontos, mas com um jogo a menos. A equipe de Cuca está a apenas três pontos do G-4, porém como tem duas vitórias a menos que Flamengo e Atlético-MG (8 a 6), precisaria de, no mínimo, quatro para ultrapassá-los na classificação geral. 





Fonte: 90min