Portland Thorns bate recorde na Liga Americana de Futebol Feminino

O Portland Thorns, time com melhor média de público da ​National Women’s Soccer League, continua a crescer a de popularidade nos Estados Unidos. No último sábado (10), a equipe venceu por 2 a 1, o North Carolina Courage, últimas campeãs da Liga, que conta com a brasileira Debinha. Além disso, colocou 25.212 pessoas no Providence Park.

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

O Thorns quebrou o recorde estabelecido pelo time de Marta, Orlando Pride, em 2016. Os números são ainda mais impressionantes porque após a Seleção Americana se sagrar tetracampeã na ​Copa do Mundo Feminina na França, a cada rodada o time de Oregon enche ainda mais o estádio. O que evidencia o crescimento das mulheres no futebol, em uma cidade que já havia abraçado a modalidade há um tempo.


Na partida, o Portland ficou para trás depois de um gol inicial de Dunn, mas no segundo tempo, Labbe e Erceg arrancaram a vitória do time da casa – o último tento ocorreu nos últimos 10 minutos. O resultado também foi suficiente para mantê-los no topo da classificação, à frente do Chicago Red Stars, equipe da Australiana Sam Kerr.

O jogo foi uma escalação do time mais vitorioso do mundo. Do lado mandante, Lindsey Horan, Tobin Heath, Emily Sonnett e Adriana Franch, estiveram no time dos Estados Unidos mês passado na França, enquanto Crystal Dunn, Sam Mewis, Abby Dahlkemper e Jessica McDonald se apresentaram pelo lado rival.


Havia outras jogadoras da Copa do Mundo no local, com a dupla canadense Christine Sinclair e Stephanie Labbe no Portland e pela Carolina do Norte, respectivamente. Caitlin Foord, da Austrália, também estava na equipe Thorns, enquanto Abby Erceg, da Nova Zelândia, jogou pela Courage.

A NWSL cresceu desde que a Copa do Mundo terminou no mês passado, com recorde de público e jogos esgotados, marcando o recente retorno das jogadoras da equipe dos EUA ao clube .

Giro Da Rodada

O Red Stars jogou menos e encontra-se em uma série de vitórias, no momento, a equipe de Illinois colocou a pressão sobre Portland, quando venceu de 1 a 0 no sábado, com gol de Yuki Nagasato em cima do Washington Spirit, com a vencedora da Bola de Bronze da Copa e uma das dez melhores do mundo eleita pela FIFA, Rose Lavelle.


Em outro confronto, o Utah Royals teve sua segunda vitória consecutiva depois de bater o Seattle Reign FC por 3 a 1, graças aos gols de Katie Stengel, Lo’eau LaBonta e a ex-jogadora da Seleção Americana, Amy Rodriguez. O Reign permaneceu sem a vencedora da Copa do Mundo e Bola de Ouro, Megan Rapinoe, que estará presente no time de Seattle no NWSL no ano de 2019.

O Orlando Pride perdeu para o Houston Dash por 1 a 0 na Flórida, depois da inglesa carrasca, Rachel Daly, marcar o único tento. O Pride não contou com Alex Morgan, por outro lado Marta foi expulsa após desavenças com Daly nos últimos dez minutos de jogo.





Fonte: 90min

Comentários