Presidente diz quanto será a verba do Botafogo para reforços com projeto Moreira Salles

​Botafogo vem trabalhando para reforçar o seu elenco mesmo antes de o projeto dos irmãos Moreira Salles ser colocado em prática no próximo ano. O departamento de futebol do Glorioso trabalha para qualificar o seu elenco, com contratações pontuais visando este segundo semestre para a disputa da Série A do Campeonato Brasileiro através de seu presidente, Nelson Mufarrej. 

Em entrevista para o site “Globo Esporte.com“, o mandatário do Alvinegro Carioca explicou que o clube terá R$ 30 milhões para reforços: “Se eles se comprometeram não sei, ainda não falaram comigo. De todos que a gente imagina que serão investidores, a intenção deles é essa. É um período muito curto. Em 2020, para se formar isso é preciso de um investimento muito grande. Não sei se com R$ 30 milhões, a gente consegue formar uma boa equipe. Apesar de termos jogadores que são nossos e permanecerão em 2020, e esse planejamento tem que ser feito. Não posso dizer se são R$ 15 milhões, R$ 30 milhões ou R$ 50 milhões. O investidor que vai analisar qual é a melhor estratégia. Eu chego para você e digo “R$ 30 milhões está tudo bem, tá ótimo”. Aí o cara chega e diz: “Não é nada disso, para formar um timaço preciso de R$ 80 milhões”, ou então: “eu com R$ 10 milhões resolvo”, explicou o dirigente

FBL-SUDAMERICANA-MINEIRO-BOTAFOGO

​​Questionado sobre o perfil de investidores que serão buscados, assim que o Botafogo virar uma S/A com o projeto dos irmãos Moreira Salles. Mufarrej explicou o seu ponto de vista: “Ainda não há uma definição. Citei o exemplo de 30 investidores, sejam empresários ou ex-empresários que tenham dinheiro e queiram investir na SPE. A SPE tem que ser lucrativa, dar retorno aos investidores. Não estão dando dinheiro para o Botafogo. Há entrada e saída de dinheiro com retorno. O grupo ou uma pessoa que coordenar esses investidores que vai poder dizer efetivamente se vai ser com 30 investidores ou 100, por exemplo. Se a pessoa com valor menor vai poder entrar ou não. Acho que esse é o momento mais delicado: conseguir os investidores e definir como se fazer (a SPE)”, completou. 

A ideia do Fogão será trazer pelo menos dois atacantes de velocidade, a pedido do técnico Eduardo Barroca e também um centroavante para assumir a titularidade do Glorioso visando a sequência da Série A do Campeonato Brasileiro. O assunto está sendo trabalhado pelo departamento de futebol do clube, junto com a comissão técnica e também com o presidente Nelson Mufarrej.





Fonte: 90min