Verdade ou Mentira que querem legalizar casamento entre pais e filhos no Brasil?

Surgiu essa informação desde a segunda-feira nas redes sociais.

Em 19 de agosto de 2019, o site Estudos Nacionais publicou uma notícia afirmando que um Projeto de Lei do PCdoB estaria pedindo a legalização do poliamor e do incesto (casamento entre pais e filhos) e que esse PL será votado na Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) no dia 21 de agosto de 2019.

A mensagem aponta uma foto da ex-candidata a vice-presidente, Manuela D’ávila e Orlando Silva, ambos do PCdoB, como sendo autores e incentivadores deste suposto projeto, mas será verdade isso?

“São reconhecidas como famílias todas as formas de união entre duas ou mais pessoas que para este fim se constituam e que se baseiem no amor, na socioafetividade, independentemente de consanguinidade, gênero, orientação sexual, nacionalidade, credo ou raça, incluindo seus filhos ou pessoas que assim sejam consideradas.”

Perceba que no texto do PL não é citado em nenhum momento o casamento entre pais e filhos e tampouco o casamento entre mais de duas pessoas. O que se propõe é o conceito de “Família” e não de “Casal”, mas como o texto da PL é meio vago, muita gente está interpretando como se a Lei – caso seja aprovada – venha a reconhecer o incesto e o poliamor.

O PL do deputado Orlando Silva foi apresentado meio que como uma resposta a outro projeto, apresentado uma semana antes pelo deputado federal Anderson Ferreira. O PL 6583/2013 trata do “Estatuto da Família” e define a entidade familiar como o núcleo social.

DESMENTIU

Orlando Silva, autor do projeto de lei, desmentiu em seu Twitter as afirmações inverídicas:

CONCLUSÃO

O Projeto de Lei 3.369/2015 não pede a liberação do incesto e da poligamia. Notícia falsa baseada em um texto de um Projeto de Lei que tem uma redação pobre!

Fonte: http://www.e-farsas.com/o-pcdob-quer-legalizar-o-poliamor-e-o-incesto.html

Comentários