Melhor ou pior? O aproveitamento dos 20 times da Série A antes e depois da Copa América

0

​Antes da pausa no calendário nacional para a disputa da Copa América, nove rodadas de Brasileirão foram disputadas. Agora, com a competição já chegando à jornada de número 19, temos exatamente o mesmo ‘recorte’ de partidas pré e pós torneio entre seleções. O ​UOL Esportes levantou as principais estatísticas dos 20 clubes da Série A antes e depois do hiato de jogos, com objetivo de responder apenas uma pergunta: seu clube melhorou o piorou com o período de um mês sem compromissos oficiais? Confira:


​​1. Flamengo

Glorgian De Arrascaeta

Pré-Copa América: 3ª posição, cinco vitórias, dois empates e duas derrotas (62,9% de aproveitamento), 15 gols anotados e nove sofridos;

Pós-Copa América: 1ª posição, sete vitórias, um empate e uma derrota (81,4% de aproveitamento), 26 gols anotados e nove sofridos;


2. Santos

Uribe,Felipe Jonatan,Carlos Sanchez

Pré-Copa América: 2ª posição, seis vitórias, dois empates e uma derrota (74% de aproveitamento), 12 gols anotados e sete sofridos;

Pós-Copa América: 2ª posição, cinco vitórias, dois empates e duas derrotas (62,9% de aproveitamento), 18 gols anotados e 11 sofridos;


3. Palmeiras

Luiz Adriano

Pré-Copa América: 1ª posição, oito vitórias e um empate (92,5% de aproveitamento), 18 gols anotados e dois sofridos;

Pós-Copa América: 3ª posição, duas vitórias, cinco empates e duas derrotas (40,7% de aproveitamento), 11 gols anotados e 12 sofridos;


4. Corinthians*

FBL-SUDAMERICANA-FLUMINENSE-CORINTHIANS

Pré-Copa América: 10ª posição, três vitórias, três empates e duas derrotas (50% de aproveitamento), sete gols anotados e cinco sofridos; *jogo contra o Goiás foi pós-pausa

Pós-Copa América: 4ª posição, cinco vitórias e cinco empates (66,6% de aproveitamento), 14 gols anotados e seis sofridos;


5. São Paulo

Daniel Alves

Pré-Copa América: 9ª posição, três vitórias, cinco empates e uma derrota (51,8% de aproveitamento), oito gols anotados e cinco sofridos;

Pós-Copa América: 5ª posição, cinco vitórias, dois empates e duas derrotas (62,9% de aproveitamento), 12 gols anotados e sete sofridos;


6. Internacional

Rafael Sobis

Pré-Copa América: 4ª posição, cinco vitórias, um empate e três derrotas (59,2% de aproveitamento), 13 gols anotados e oito sofridos;

Pós-Copa América: 6ª posição, quatro vitórias, três empates e duas derrotas (51,8% de aproveitamento), nove gols anotados e oito sofridos;


7. Bahia

Gilberto,Nino Paraíba

Pré-Copa América: 8ª posição, quatro vitórias, dois empates e três derrotas (51,8% de aproveitamento), 11 gols anotados e 11 sofridos;

Pós-Copa América: 7ª posição, quatro vitórias, quatro empates e uma derrota (59,2% de aproveitamento), dez gols anotados e quatro sofridos;


8. Atlético-MG

Leonardo Silva

Pré-Copa América: 5ª posição, cinco vitórias, um empate e três derrotas (59,2% de aproveitamento), 14 gols anotados e 11 sofridos;

Pós-Copa América: 8ª posição, três vitórias, dois empates e quatro derrotas (40,7% de aproveitamento), nove gols anotados e nove sofridos;


9. Athletico

Marcelo Cirino

Pré-Copa América: 12ª posição, três vitórias, um empate e cinco derrotas (37% de aproveitamento), 13 gols anotados e 12 sofridos;

Pós-Copa América: 9ª posição, cinco vitórias, um empate e três derrotas (59,2% de aproveitamento), 12 gols anotados e seis sofridos;


10. Botafogo

Diego Souza,Cicero,Eduardo Barroca

Pré-Copa América: 7ª posição, cinco vitórias e quatro derrotas (55,5% de aproveitamento), oito gols anotados e oito sofridos;

Pós-Copa América: 10ª posição, três vitórias, dois empates e quatro derrotas (40,7% de aproveitamento), dez gols anotados e 11 sofridos;


11. Grêmio

Cruzeiro v Gremio - Brasileirao Series A 2019

Pré-Copa América: 11ª posição, três vitórias, dois empates e quatro derrotas (40,7% de aproveitamento), dez gols anotados e 11 sofridos;

Pós-Copa América: 11ª posição, três vitórias, cinco empates e uma derrota (51,8% de aproveitamento), 14 gols anotados e 11 sofridos;


12. Ceará

Thiago Galhardo,Leandro Carvalho

Pré-Copa América: 13ª posição, três vitórias, um empate e cinco derrotas (37% de aproveitamento), dez gols anotados e oito sofridos;

Pós-Copa América: 12ª posição, três vitórias, dois empates e quatro derrotas (40,7% de aproveitamento), 11 gols anotados e 12 sofridos;


13. Fortaleza

Tinga

Pré-Copa América: 14ª posição, três vitórias, um empate e cinco derrotas (37% de aproveitamento), oito gols anotados e 13 sofridos;

Pós-Copa América: 13ª posição, três vitórias, dois empates e quatro derrotas (40,7% de aproveitamento), 13 gols anotados e 12 sofridos;


14. Goiás*

Everton Ribeiro,Yago

Pré-Copa América: 6ª posição, cinco vitórias e três derrotas (62,5% de aproveitamento), 11 gols anotados e oito sofridos; *jogo contra o Corinthians foi remarcado para o pós-pausa

Pós-Copa América: 14ª posição, uma vitória, três empates e seis derrotas (20% de aproveitamento), seis gols anotados e 21 sofridos;


15. Vasco

Vanderlei Luxemburgo

Pré-Copa América: 15ª posição, duas vitórias, três empates e quatro derrotas (33,3% de aproveitamento), oito gols anotados e 14 sofridos;

Pós-Copa América: 15ª posição, três vitórias, dois empates e quatro derrotas (40,7% de aproveitamento), oito gols anotados e 11 sofridos;


16. Cruzeiro

Egidio

Pré-Copa América: 18ª posição, duas vitórias, dois empates e cinco derrotas (29,6% de aproveitamento), nove gols anotados e 16 sofridos;

Pós-Copa América: 16ª posição, duas vitórias, quatro empates e três derrotas (37% de aproveitamento), sete gols anotados e 11 sofridos;


17. Fluminense

FBL-SUDAMERICANA-FLUMINENSE-CORINTHIANS

Pré-Copa América: 16ª posição, duas vitórias, dois empates e cinco derrotas (29,6% de aproveitamento), 13 gols anotados e 16 sofridos;

Pós-Copa América: 17ª posição, duas vitórias, um empate e seis derrotas (25,9% de aproveitamento), sete gols anotados e 13 sofridos;


18. CSA

Pré-Copa América: 19ª posição, uma vitória, três empates e cinco derrotas (22,2% de aproveitamento), três gols anotados e 15 sofridos;

Pós-Copa América: 18ª posição, duas vitórias, três empates e quatro derrotas (33,3% de aproveitamento), quatro gols anotados e nove sofridos;


19. Chapecoense

FBL-SUDAMERICANA-CHAPECOENSE-LACALERA

Pré-Copa América: 17ª posição, duas vitórias, dois empates e cinco derrotas (29,6% de aproveitamento), dez gols anotados e 14 sofridos;

Pós-Copa América: 19ª posição, uma vitória, três empates e cinco derrotas (22,2% de aproveitamento), seis gols anotados e 16 sofridos;


20. Avaí

Capa,Lucas Paqueta

Pré-Copa América: 20ª posição, quatro empates e cinco derrotas (14,8% de aproveitamento), cinco gols anotados e 11 sofridos;

Pós-Copa América: 20ª posição, uma vitória, três empates e cinco derrotas (22,2% de aproveitamento), cinco gols anotados e 14 sofridos;

Let’s block ads! (Why?)



Fonte: 90min