Penedo perde espaço na televisão após fechamento da Sucursal Arapiraca da TV Gazeta de Alagoas

Telespectadores penedenses e de outros municípios situados no agreste alagoano ficaram mais pobres no sentido de divulgação na TV aberta, tudo isso devido a decisão da afiliada da Globo em AL, TV Gazeta de Alagoas, que fechou a Sucursal em Arapiraca.

Como todos sabem, no final de agosto de 2019 a Organização Arnon de Mello, que passa por uma crise financeira enorme onde teve seus próprios prédios colocados em leilão, decidiu fechar a sua sede na cidade de Arapiraca. Lá uma equipe de reportagem produzia conteúdo de qualidade, não só envolvendo a cidade arapiraquense, mas também outros municípios que não eram lembrados constantemente nos noticiários locais.

O repórter Tony Medeiros tem recebido o carinho de seus admiradores e colegas de comunicação em suas redes sociais. Priscila Anacleto e Giovanni Luiz, além dos cinegrafistas Rubem Lopes e Jannison Umbelino foram demitidos da emissora. Já Tony, como participa da diretoria do sindicato e devido a greve dos jornalistas, fica imune de ser demitido no momento. Ele foi relocado para coberturas na capital alagoana.

Penedo já era prejudicada há alguns anos com as constantes “faltas de energia elétrica” na torre de transmissão localizada na cidade ribeirinha, onde fazia com que a repetidora do canal 17 ficasse fora do ar por dias e até semanas.

É triste saber que um veículo como a Rede Globo possa estar caminhado para o fundo do poço, pelo menos no estado alagoano. Com certeza a cidade de Penedo perde e muito nas entrevistas concedidas pelos penedenses que divulgavam uma série de acontecimentos na cidade, como também em reportagens voltadas para o interior.

Da Redação