Cruzeiro e Fluminense ficam no zero a zero pelo Brasileiro


O Cruzeiro não conseguiu superar o Fluminense, nesta quarta-feira, no Mineirão, e completou sete partidas sem vitórias no Campeonato Brasileiro. O empate sem gols fez justiça ao fraco desempenho das duas equipes que proporcionaram um espetáculo de má qualidade.

O resultado fez a equipe mineira chegar aos 21 pontos ganhos e seguir na 18ª posição. O Fluminense se afastou mais um pouco da zona do rebaixamento e agora ocupa a 15ª colocação com 26 pontos. O Cruzeiro chegou a marcar no segundo tempo, mas depois de consultar o VAR, o árbitro anulou o gol assinalado por Fred, marcando falta de Robinho no lance que antecedeu à conclusão do atacante.


(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

Aos 34 minutos, Nino cometeu falta na entrada da área, mas a cobrança de Edilson explodiu na barreira. Depois de uma jogada perdida no ataque do Fluminense, o meia Ganso discutiu de forma áspera com João Pedro, chegando a segurar o companheiro pela camisa.

Aos 39 minutos, depois de bola perdida pela equipe da casa, Yony González arriscou, de fora da área, mas mandou a bola longe do gol. Nos acréscimos, após dividida na intermediária carioca, o volante Yuri recebeu cartão vermelho. Depois de consultar o vídeo, o árbitro anulou a expulsão e mostrou cartão amarelo para o volante tricolor. Logo depois, o árbitro consultou o VAR novamente e advertiu Fred por ter empurrado Ganso.

2º tempo

O Cruzeiro voltou para o segundo tempo com o atacante Marquinhos Gabriel na vaga de David. E, logo no primeiro minuto, Edilson arriscou da intermediária e a bola se chocou com o travessão do goleiro Muriel que ficou só na torcida. Logo depois, Edilson bateu falta e a bola passou perto da trave direita da equipe tricolor.

Aos seis minutos, Egídio cruzou e Fred cabeceou para marcar, mas depois da revisão do lance pelo VAR, o árbitro marcou falta de Robinho e anulou o gol da equipe mineira, revoltando a torcida e os jogadores.

As duas equipes erravam muitos passes e cometiam muitas faltas, impedindo que a partida tivesse um desenrolar mais rápido.

O Cruzeiro aumentou a pressão, mas seus jogadores erravam muito quando tentavam o último passe. O Fluminense pouco chegava ao ataque. Só aos 25 minutos é que Yony González recebeu na entrada da área e, mesmo marcado pela zaga mineira, arriscou o chute mas mandou para fora, sem perigo para Fábio.

A passagem do tempo fez o time do Cruzeiro ficar muito nervoso, errando muitos passes e reclamando das marcações do árbitro. O Fluminense, satisfeito com o empate, procurava retardar o jogo.

Sem condições de penetrar na área tricolor, o time mineiro passou a arriscar chutes de longe. Aos 42, Jadson bateu por cima do travessão e aos 45 minutos, Muriel defendeu chute colocado de Maurício.

O árbitro deu sete minutos de acréscimo, mas o Cruzeiro não conseguiu sequer fazer pressão para buscar o gol da vitória, enquanto o Fluminense, satisfeito com o resultado, fazia tudo para gastar o tempo e garantir o ponto fora de casa.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO-MG 0 X 0 FLUMINENSE-RJ

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data: 9 de outubro de 2019 (Quarta-feira)

Horário: 21h30(de Brasília)

Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)

Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Michael Stanislau (RS)

VAR: Jonathan Pinheiro(RS)

Cartão Amarelo: Fred, Robinho, Egídio, Edilson(Cruza); Yuri, Ganso, Igor Julião(Flu)

Cartão Vermelho: André Carvalho, preparador de goleiros(Flu)

CRUZEIRO: Fábio, Edílson, Dedé , Fabrício Bruno e Egídio; Jadson, Henrique, Robinho(Maurício) e David(Marquinhos Gabriel) ; Fred e Sassá(Vinicius Popó)

Técnico: Abel Braga

FLUMINENSE: Muriel, Gilberto, Frazan, Nino e Orinho(Igor Julião); Yuri, Daniel(Dodi), Nenê e Paulo Henrique Ganso(Evandro); Yony González e João Pedro

Técnico: Marcão



Fonte: ESPN