CSA vence 2ª seguida, ganha fôlego na luta contra o rebaixamento e deixa Inter longe do G-4


O CSA segue firme na luta para escapar do rebaixamento.

Nesta quarta-feira, pela abertura da 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, a equipe alagoana bateu o Internacional por 1 a 0, no Rei Pelé, e emendou a 2ª vitória seguida, após bater o Avaí, no último final de semana.

Em uma partida muito brigada e de baixo nível técnico, o único tento da partida saiu por meio de cobrança de pênalti.

Aos 18 do segundo tempo, Dawhan invadiu a área e foi derrubado por Uendel, com a penalidade sendo marcada sem questionamento.

Na cobrança, o argentino Jonathan Gómez, emprestado pelo São Paulo, bateu no cantinho de Marcelo Lomba e definiu a parada.

Com o resultado, o time comandado por Argel Fucks chega a 25 pontos e, no momento, está fora da zona do rebaixamento.

Para que isso se mantenha, o time terá que secar o Cruzeiro, que pega o Fluminense às 21h30 (de Brasília), no Mineirão.

O Inter, por sua vez, estaciona nos 38 pontos e fica em 6º lugar, a 4 pontos do Corinthians, 1º clube a formar o G-4.

E essa distância pode ficar ainda maior, já que o time paulista pega o Atheltico-PR nesta quinta-feira, às 19h15.

O Colorado ainda vê a pressão em cima do técnico Odair Hellmann aumentar, após quatro partidas seguidas sem vitória.

Na próxima rodada, o CSA visita o Goiás, sábado, às 17h.

No dia seguinte, o Internacional encara o Santos, no Beira-Rio, às 16h.

FICHA TÉCNICA
CSA 1 X 0 INTERNACIONAL

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data: 9 de outubro de 2019 (quarta-feira)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Arbitragem: Vinicius Furlan (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Enderson Emanoel Turbiani da Silva (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Cartões amarelos: Ricardo Bueno (CSA); D’alessandro e Nico López (Internacional)
Gols: Jonatan Gómez, aos 20 do 2T (CSA)

CSA: Jordi; Apodi (Bruno Alves), Luciano Castán, Ronaldo Alves e Carlinhos; Naldo, Jean Cléber, Dawhan e Jonatan Gómez; Bustamante (Jarro Pedroso) e Ricardo Bueno (Alecsandro) Técnico: Argel Fucks

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Heitor, Emerson Santos (Klaus), Víctor Cuesta e Uendel (Wellington Silva); Rodrigo Lindoso, Edenílson e Patrick; Guilherme Parede, Nico López e Neílton (D’alessandro) Técnico: Odair Hellmann



Fonte: ESPN