Em entrevista ex-técnico do Penedense sinaliza ter encerrado a carreira de técnico profissional

Foto: OparaNews

Tudo tem um ciclo e acho que o meu se encerrou

Foi com essas palavras que o ex-jogador e agora ex-técnico, Evanílson Nunes deixou a entender que não mais treinará time profissional de futebol. O desportista concedeu no início da tarde desta quarta-feira (9) uma entrevista ao apresentador Antônio Silva da rádio Grande Rio FM.

Evanílson Nunes tratou de afirmar que é muito natural sua saída do clube e alegou não ter magoas com a diretoria.

“A carreira de treinador é muito dura. Quando o time vence os jogadores e a comissão técnica são aplaudidos e elogiados, mas quando o resultado positivo não vem as críticas são bastante duras” declarou o ex-treinador.

Evanílson também comentou que levou de forma muito natural sua saída.

“Respeito a decisão da diretoria. Eu enquanto técnico já consegui o acesso à 1ª divisão do Penedense e em outra oportunidade não deu. Dessa vez, mesmo com todas as dificuldades enfrentadas e adversários que tiveram uma estrutura melhor, eu tentei levar a vitória sempre, mas não conseguimos.” 

“Torço muito pelo Neto (auxiliar e preparador físico que comandará o Penedense no próximo jogo) e espero sinceramente que o Penedense possa vencer o FF Sport e o outro resultado seja favorável para que o time ribeirinho possa ainda sonhar com a vaga.” disse Evanílson.

O site Boa Informação divulgou em matéria anterior que houve insatisfação de alguns jogadores com o técnico e o mesmo falou sobre isso.

“Sempre ouvi os jogadores, quanto alguns sugestões de posicionamentos e esquemas táticos, mas sempre deixei claro que a última palavra é a minha. Sabemos que existia no elenco alguns atletas mais experientes que as vezes não entendiam nossa forma de trabalhar. É claro que no calor da partida não vou falar com os jogadores de uma forma meiga ‘Ei, meu amor, vá para aquela posição’, isso não existe, e acredito que algum jogador mimado não compreendeu meu jeito de falar na hora do jogo e se ofendeu de algumas forma”. afirmou.

Evanílson deixou no ar sua possível aposentadoria como treinador profissional. Perguntado sobre se treinaria o Penedense em outra oportunidade, ele disse que não.

“Não, eu acho que na vida tudo tem um ciclo e meu ciclo como treinador profissional já se encerrou. Dizer nunca é muito complicado, mas hoje eu digo que ao contrário de alguns técnicos de futebol do Brasil, eu não vivo dessa profissão.”

“Pretendo continuar com meu trabalho em revelar atletas, garotos que podem sonhar com o futuro no futebol” finalizou Evanílson.

Penedense enfrente neste domingo (13) em Penedo o lanterna FF Sports. O jogo que acontecerá a partir das 15h decidirá o futuro do time ribeirinho na competição. O Alvirrubro de Penedo terá que vencer a partida e torcer para um empate entre as equipes do Zumbi de União dos Palmares e Sete de Setembro para só assim ir à final e lutar para o tão sonhado acesso à primeira divisão do Alagoano.

 

Da Redação