Em jogo marcado por gols anulados, Grêmio e Flamengo ficam no empate na Arena

​Na última terça, River e Boca abriram os trabalhos pela primeira semifinal da ​Libertadores, com o atual campeão levando a melhor e vencendo em casa por 2 a 0. Nesta quarta (02), foi a vez do jogo de ida entre Grêmio e Flamengo, confronto muito aguardado pela camisa, tradição e qualidade dos dois clubes envolvidos. Apesar do amplo domínio do Rubro-Negro em Porto Alegre, os donos da casa foram valentes e buscaram um improvável empate nos minutos finais: 1 a 1, gols de Bruno Henrique e Pepê. Acabou, portanto, ficando tudo em aberto para o jogo da volta, programado para o dia 23 de outubro no Maracanã.

De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!​​

​​Primeiro tempo

Cortez

A bola rolou na Arena e nem parecia que o ​Flamengo jogava longe de seus domínios, tamanha imposição e domínio do time carioca logo nos minutos iniciais. Aos 8′, Bruno Henrique gingou pra cima de Galhardo e tocou rasteiro para Arrascaeta, que bateu rasteiro e viu sua finalização tirar tinta da trave do goleiro Paulo Victor. O lance agudo daria início a uma série de chances reais empilhadas pelo time visitante, dono da partida no primeiro tempo: aos 9′, o próprio Bruno Henrique arriscou chute de média distância e quase balançou as redes; aos 21′, o Rubro-Negro chegou a celebrar gol de Everton Ribeiro, mas viu o tento ser anulado pelo VAR por falta de Gabriel Barbosa no início da jogada; aos 23′, novo gol rubro-negro anulado (este controverso), por impedimento milimétrico do camisa 9. Irreconhecível em campo, o ​Grêmio foi para os vestiários com apenas 34% de posse, e nenhuma chance clara de gol criada.


Segundo tempo

FBL-LIBERTADORES-GREMIO-FLAMENGO

Após tomar pressão por 45 minutos, o ​Tricolor Gaúcho voltou do intervalo com outra postura. Bem mais ligado, o time da casa foi pra cima e começou a rondar a área rubro-negra com cruzamentos perigosos. Em duas sobras após cortes da defesa adversária, Luan e Everton arriscaram à gol, sem precisão. Aos 18′, o Grêmio perdeu oportunidade de ouro justo com seu melhor jogador: Everton recebeu passe açucarado de Luan, invadiu a área e finalizou firme, parando em defesa espetacular de Diego Alves. No lance seguinte, o goleiro rubro-negro faria nova grande intervenção em finalização de média distância de Matheus Henrique.

O gol abalou os ânimos gremistas e o Flamengo, sentindo a queda do rival, foi pra cima em busca do gol que praticamente mataria o confronto. Gabigol viria a ter outro gol anulado por impedimento – esse indiscutível -, aos 34 minutos. Aos 38′, Bruno Henrique foi lançado por Arrascaeta, passou pela marcação de David Braz e finalizou firme, parando em boa defesa de Paulo Victor. Mas o futebol é uma caixinha de surpresas, e o Rubro-Negro, que abriu o placar quando o Tricolor era melhor, acabou sofrendo o empate quando dominava o jogo: aos 42′, Cebolinha recebeu pela direita do ataque e cruzou rasteiro com precisão para o meio da área, encontrando o jovem Pepê, que foi às redes em seu primeiro toque na bola. 1 a 1 na Arena e tudo em aberto na eliminatória.

Let’s block ads! (Why?)





Fonte: 90min