Gilvânia Guimarães defende rede de proteção para ajudar no trabalho dos Conselheiros Tutelares

A candidata ao cargo de conselheira tutelar, Gilvânia Guimarães, defendeu durante entrevista concedida ao Programa Lance Livre da Rádio Penedo FM, a necessidade de haver uma rede de proteção aos direitos das crianças e adolescentes, a fim de ajudar os conselheiros tutelares a darem seguimento aos encaminhamentos que caem na vara da infância e juventude e muitas vezes esbarram na falta de magistrados para dar continuidade aos casos.

Gilvânia que já atuou como conselheira e viveu as mais diversas situações durante sua passagem pelo Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente de Penedo, volta a colocar seu nome à disposição do eleitorado penedense para que no próximo domingo, 06 de outubro, possa ir ao Colégio Estadual Comendador José da Silva Peixoto e escolher o nome de sua preferência para atuar pela causa pelos próximos quatro anos.

Durante sua passagem pelo órgão colegiado, Gilvânia teve ativa atuação junto as comunidades de visível estado de vulnerabilidade social, visitando famílias para sanar problemas envolvendo crianças e adolescentes, buscando promover a reestruturação familiar em diversos casos e possibilitando que muitos se tornassem jovem livres das armadilhas do mundo das drogas.