Saldão da Série A: jogadores que seu clube deveria vender na Black Friday

A próxima sexta-feira (29) será de Black Friday, conhecido mundialmente como o dia para se fazer compras. Neste dia, inúmeras empresas/plataformas reduzem consideravelmente o valor de suas mercadorias, ‘facilitando’ a aquisição do consumidor. O que isso tem a ver com futebol? Bem, é que, para nós da 90min, alguns clubes da ​Série A poderiam aproveitar a data para promover um verdadeiro ‘saldão’ em seus elencos… Confira!


Botafogo: Rodrigo Pimpão, Vinícius Tanque e Victor Rangel

Rodrigo Pimpao

O golaço do garoto Rhuan anotado na última quarta-feira (27), na vitória magra por 1 a 0 contra a Chapecoense, mostrou ao ​Botafogo que há vida em suas categorias de base. Ele precisou de poucos jogos/minutos em campo para ser mais efetivo que jogadores mais rodados como Rodrigo Pimpão, Vinícius Tanque e Victor Rangel, que juntos somam ZERO gols no Brasileirão.


São Paulo: Everton Felipe, Tréllez, Anderson Martins, Hudson

Trellez

Os dois primeiros estão emprestados para Furacão e Inter respectivamente, e retornam ao ​São Paulo ao final da temporada. Anderson Martins segue no elenco, mas disputou apenas 22 jogos na temporada, em sua maioria vindo do banco de reservas. Para um clube que encara situação financeira complicada, enxugar a folha salarial é essencial pensando em 2020.


Internacional: Uendel, Klaus, Rithely, Bruno Silva

Matías Zunino,Uendel

Pelo elenco montado e pelas expectativas criadas após 2018, a temporada atual do ​Colorado é pra lá de decepcionante. Uma reformulação no grupo será importante, a começar por veteranos que ‘tomam’ vaga de garotos que estão pedindo passagem, como José Aldo, Sarrafiore, Pedro Lucas e Fuchs. Hora de dar adeus à Klaus, Rithely e, principalmente, Uendel e Bruno Silva.


Cruzeiro: Edílson, Fred, Thiago Neves

Thiago Neves

O ​Cruzeiro é um caso raro, onde o maior desejo da torcida é que o clube se desfaça não dos ‘refugos’ que ainda se encontram no elenco, mas sim dos medalhões titulares. Fred, Edílson e Thiago Neves, juntos, custam aproximadamente R$ 2 milhões em salários mensais para o time mineiro. O custo-benefício é baixíssimo e, independente do destino da Raposa para 2020, é difícil imaginar algum clima para a permanência destes na Toca.


Corinthians: Ramiro, Vagner Love, Clayson

Vagner Love

Estes são alguns dos nomes mais ‘cornetados’ pela torcida do ​Corinthians na temporada, e com justiça. Ramiro simplesmente não aconteceu com a camisa alvinegra, enquanto Clayson e Love deixaram demais a desejar taticamente e tecnicamente na temporada. Com a chegada de Tiago Nunes, a promessa é de muitas mudanças, especialmente nas peças do sistema ofensivo. 


Fluminense: Agenor, Airton, Dodi, Nenê

FBL-SUDAMERICANA-FLUMINENSE-ANTOFAGASTA

Caso consiga permanecer na primeira divisão, o ​Fluminense é um dos clubes que terá trabalho para pensar em seu elenco. A ‘limpa’ deve ser profunda, a começar pelos jogadores que sequer conseguiram entrar em forma durante a temporada 2019: Agenor e Airton. Outro que merece ser posto na ‘queima de estoque’ tricolor é o veterano Nenê, contratação que muitos torcedores ainda não entenderam.


Palmeiras: Borja, Deyverson, Lucas Lima

Miguel Borja

O ​Palmeiras terminará a temporada 2019 sem nenhum título, apesar de contar com o elenco mais caro do país. Só isso já justifica uma ‘faxina’ de grandes proporções no elenco. Um bom começo é buscar novos destinos para Borja, Deyverson e Lucas Lima, trinca que custa algo em torno de R$ 1,5 milhão aos cofres do clube em salários. Uma economia e tanto, sem perder em nada esportivamente, já que os três pouco apresentaram em 2019. 


Atlético-MG: Elias, Ricardo Oliveira, Patric

Ricardo Oliveira

Marquinho e Bruninho estão provando que o que o ​Galo precisa é juventude, sangue novo em seu elenco. Nesta Black Friday, o clube mineiro, que deixou muito a desejar em 2019, deveria anunciar um saldão de seus veteranos. A começar por Ricardo Oliveira e Elias, que apesar de bons tecnicamente, já não conseguem mais ser competitivos.


Vasco: Marquinho, Bruno César, Valdívia, Fellipe Bastos

Bruno Cesar,Cuellar

​A quantidade de jogadores que deixaram a desejar em 2019 com a camisa do ​Vasco torna o trabalho de Luxemburgo ainda mais espetacular. Não é nada errado dizer que o veterano fez muito com pouco, afinal, a ‘barca’ pedida pela torcida cruzmaltina nas redes sociais poupa pouquíssimos atletas. Há nomes como salários altos que não convenceram, como Bruno César, Marquinho e Valdívia, saídas que significariam um alívio grande aos cofres do clube. 


Flamengo: Berrío, Rhodolfo, Rodinei

Rodinei

Nem mesmo o campeão brasileiro e continental escapa do nosso saldão. Pensando em tornar-se cada vez mais competitivo e dominante, é possível que o ​Flamengo se despeça de peças que são úteis, mas que já não acompanham mais o ‘sarrafo alto’ do elenco rubro-negro, casos exatos de Rodinei e Orlando Berrío, este último muito prejudicado pelas constantes lesões.



Fonte: 90min