Coelho exalta vaga na Libertadores, comenta vitória contra o Ceará e crava seu futuro em 2020

O ​Corinthians venceu o ​Ceará por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (04), chegando a 56 pontos que possibilitam ocupar a sétima colocação do Campeonato Brasileiro. O resultado positivo colocou os paulistas na Libertadores de 2020 e agora, pela primeira vez, os quatros clubes de São Paulo disputarão a mesma edição do torneio. 

​​

Dyego Coelho

Após a partida, o técnico interino, Coelho, foi perguntado sobre seu futuro na próxima temporada e o comandante revelou que seguirá na base do Timão: “Vou seguir meu trabalho na base. É uma reformulação agora. Uns jogadores subiram para o profissional, outros para o sub-23. Temos um campeonato que o clube gosta. É tudo Corinthians, não tem para onde fugir. Vamos tentar fazer mais um bom trabalho na base. Sabemos que Tiago gosta da base. Vamos fazer um trabalho para que o clube saia ganhando”, disse.

O técnico ainda comentou o ótimo trabalho feito no Alvinegro e exaltou a vaga na Libertadores em 2020: “Eu sou funcionário do clube e sabemos a pressão que é aqui. Quando o torcedor entende e joga junto, as coisas ficam mais difíceis para os adversários. Corinthians é um clube que sempre me deu tudo. De uma maneira ou de outra, eu preciso retribuir o que me deu sempre. Eu me entreguei realmente, jogadores e comissão. Torcida entendeu. Hoje, o Corinthians está na Libertadores. Dever cumprido. Só que eles vão sair de férias e eu vou voltar para a Copinha. Tiago vai encontrar um time com a cabeça melhor, equilíbrio melhor e eu espero que ele faça um grande trabalho. Estarei torcendo muito”, comentou.

Por fim, o treinador analisou a vitória diante do Ceará e admitiu que a expulsão do atacante Lima deixou a partida mais fácil: “Tentamos propor, achando passes entre as linhas, triangulações. Ceará na empolgação de vir. No segundo tempo, tomamos conta. A expulsão deixou as coisas mais fáceis”, finalizou.





Fonte: 90min