Dia do fetiche: conheça as taras sexuais mais comuns


Quer aproveitar o Dia Internacional do Fetiche, celebrado nesta sexta-feira (17), para fazer algo diferente com o (a) parceiro (a)? O iBahia separou uma lista das fantasias sexuais mais comuns. Vale lembrar que entende-se como fetiche a necessidade e/ou obsessão sexual por um objeto, situação ou característica específica. Confira lista: 

Foto: reprodução / shutterstock

1- Voyeurismo: é um fetiche que consiste em ficar excitado olhando para pessoas fazendo sexo ou olhando para corpos nus. O voyer pode ser observador ou exibicionista. O observador sente prazer em ver outra pessoa nua ou durante a prática sexual, sem participar e sem que esta saiba – ele (a) chega ao orgasmo com a masturbação. 

Já o exibicionista sente prazer em se mostrar para outras pessoas, ou seja, de ser observado em momentos íntimos. 

2- Sadomasoquismo: consiste na busca pelo prazer causado pela imposição e/ou pelo recebimento de dor. Estabeleçam quem é o mestre e o submisso, definam um código de segurança e usem e abusem da criatividade para “castigar” na cama. Bater, enforcar e amarrar são algumas opções. 

3- Urofilia: é a excitação sexual ligada ao ato de urinar ou receber o jato de urina do (a) parceiro (a) durante o ato. 

4- Cisvestismo: tesão em transar usando uniformes, como o de bombeiros ou enfermeiras. Nessa situação, vale além de apostar na vestimenta adotar falas e comportamentos comuns da profissão em questão. 

5- Odaxelagnia: consiste em sentir prazer em morder ou mordiscar o (a) parceiro (a) durante as preliminares e/ou durante o ato. Só tenha cuidado para não causar ferimentos. 

6- Claustrofilia: é associado ao desejo de praticar relações sexuais em espaços pequenos e fechados, como gaiolas ou jaulas. Você pode construir esse cantinho em casa ou ir em um motel com suíte temática. 

7- Tricofilia: carícias nos cabelos e/ou puxadas durante o ato podem aumentar o prazer e ainda ajudar a chegar no clímax. 

8- Ménage: relação erótica e afetiva que envolve três pessoas. Vocês podem convidar um amigo ou até buscar pessoas através de aplicativos de namoro. Tentem conversar para saber quais são as limitações do outro e o que esperam para aproveitarem o momento sem estresse futuros. 





Fonte: iBahia