Léo Santana fala sobre parceria com Luan Santana: ‘vai ser um sucesso’


O cantor Léo Santana em breve vai surgir em uma nova parceria musical, ao lado do cantor Luan Santana. A novidade foi revelada na última semana, pouco antes do sertanejo surgir nas escadarias da Igreja do Bonfim, em Salvador, iniciando as gravações do projeto.

A parceria é na canção ‘Sofrendo Feito Um Louco’ e ainda traz a participação da banda Olodum. Em entrevista ao iBahia, Léo contou que a outra parte das filmagens vão acontecer na Paraíba, em breve, e revelou que teve certo receio em gravar a música.

“Ele me chamou pra gravar uma música que ele gravou no DVD dele, em Salvador. Eu fico sempre naquela: ‘pô, mas essa música já está rolando’. E ele: ‘mas eu não trabalhei, não fiz nada com ela ainda. Ela tá rolando porque tá no DVD e tá indo de forma natural’. Ele conseguiu me convencer e fez uma mistura boa com o Olodum. Deu bem a cara da Bahia. Eu fiquei até impressionado com a produção que eles prepararam. Neste dia do evento, vamos gravar o clipe no show ao vivo e lançar dia 24. Ele tá bem empolgado com a canção e tá querendo fazer acontecer. Luan é um dos artistas que é referência de carreira. É tudo muito bem planejado, ele sempre faz trabalhos muito incríveis. Agora mesmo ele postou que foi o artista mais escutado nas rádios em 2019. Então, de certa forma, vai agregar a ambos. Fé em Deus vai ser um sucesso”, disse.

Carnaval 

Passada a gravação e o Festival de Verão, que se apresenta no dia 2 de fevereiro, Léo vai focar na folia momesca, que neste ano não vai ser nada fácil: “vai ser Gigante! Vamos puxar As Muquiranas (terça) e Bloco do Nana (sexta e sábado), na Barra Ondina. Conseguimos retornar com as Muquiranas na Barra e fico feliz porque a gente precisa do novo, se reinventar. Vamos fazer também pela primeira vez o Camarote Villa Mix e repetir os camarotes Salvador, Nana, Club. Vamos fazer shows em Recife, Belo Horizonte, São Paulo… São 15 shows em sete dias. Vai ter Arrastão na Barra e no Campo Grande, só não temos ainda a data definida, mas já está confirmado”.

Questionado sobre a possibilidade de se apresentar no Furdunço novamente, Léo explicou que não há chances. “Era meu sonho voltar, mas disseram que eu acabei com o Furdunço (risos). Em 2017 foi incrível. Eu não tinha noção do que era o Furdunço, só assistia pela televisão e via nas redes sociais, mas nunca tinha ido. Era uma coisa muito mais alternativa, mais família, bem mais tranquilo. Ai botaram Léo Santana (risos). Eu fiquei felizão depois do show: ‘pô, ano que vem vamos fazer de novo’. ‘Esqueça, nego’. Marcelo Brito e o prefeito (ACM Neto) disseram: ‘não, não tem como, não. Não é isso que a gente quer, não. Foi incrível, mas foi muita gente’. Enfim, foi um momento na minha carreira que jamais vou esquecer. O Pipoco, que é aquela terça-feira na véspera do Carnaval, ele (o prefeito) já anunciou que vai ter esse ano e eu estou na expectativa que seja a gente de novo. Estou na ansiedade, mas o Furdunço, infelizmente, a gente não faz mais”.

Sobre a aposta para a ‘Música do Carnaval’, Léo disse que prefere não fazer planos em um hit específico, já que tem outras canções que estão dando bons resultados em seus shows. “Contatinho’ eu achava que ela não ia chegar até aqui. Tem mais de três meses que a gente lançou e é impressionante como ela vem crescendo a cada show. Parece que aquece mais a música. Como digo todos os anos, o importante é chegar com música na boca do povo. É a aposta da gente, sim, porém ‘Eu Não Vivo Sem Ela’ está vindo muito forte e é muito cara de Carnaval. ‘Quebradeira’ também. Ter um repertório na boca do povo é muito mais sólido”, afirmou.





Fonte: iBahia