Médicos de UPA do interior de AL são afastados após denúncia que dormiam na hora de atendimento

Quatro profissionais da medicina foram afastados pela Prefeitura de

Após uma denúncia onde relatava que médicos estavam dormindo na hora de atender a população que se dirigia até a Unidade de Pronto Atendimento – UPA, da cidade de Palmeira dos Índios, a gestão municipal resolveu afastar os quatro profissionais que foram acusados através de uma denúncia.

O prefeito determinou o afastamento imediato dos profissionais até que a apuração seja concluída.

“Recebemos atentamente as denúncias feitas por essa mãe ainda na madrugada. Para preservar a imparcialidade na apuração deste caso, bem como o devido direito à ampla defesa, esses profissionais serão afastados de suas funções até a conclusão da sindicância. Condenamos essa conduta que, seguramente, não é a nossa orientação” disse o prefeito de Palmeira dos Índios.

“Quem está na UPA ganha para honrar seu compromisso profissional e, principalmente, atender bem a quem ali chegar. Que sirva de exemplo”, disse o prefeito Júlio Cezar.

Da Redação