O time do ano da Champions League em 2019, de acordo com a UEFA

A UEFA revelou em sua mídia oficial o ‘Time do Ano’ formado pelos onze jogadores ideais da Liga dos Campeões em 2019. A equipe foi montada através de votação popular e contou com mais de 2 milhões de votos. A formação escolhida foi 4-2-4, com predominância dos atletas do Liverpool e sem nenhuma estrela de Real Madrid ou do finalista Tottenham.

O sistema defensivo foi composto majoritariamente por atletas da equipe campeã comandada por Jürgen Klopp, sendo o goleiro brasileiro Alisson Becker, o lateral-direito Alexander-Arnold, os zagueiros holandeses Van Dijk e De Ligt (da Juventus), e o lateral-esquerdo Robertson.

A formação escolhida não favoreceu aos jogadores que atuam no meio campo e apenas o craque belga De Bruyne, do Manchester City, e a jovem revelação neerlandesa De Jong, do Barcelona, conquistaram uma vaga no estrelado time de astros do futebol europeu.

Lionel Messi

Por outro lado, os atacantes tiveram quatro vagas para disputar e jogadores de quatro potências do Velho Continente conseguiram seu espaço: Messi, do Barcelona, Cristiano Ronaldo, da Juventus, Lewandowski, do Bayern de Munique, e Mané, do Liverpool.

A Holanda teve três representantes entre os onze ideais e foi o país com mais figuras no time. O Liverpool cedeu cinco astros e foi o clube com mais estrelas na ‘seleção’ do ano. A equipe dos torcedores contou ainda com sete jogadores recém-chegados em seus clubes.





Fonte: 90min