Perda total? Luxemburgo vê enorme prejuízo esportivo ao Palmeiras com paralisação

Sob novo comando em sua área técnica, o Palmeiras começou a temporada com performances abaixo da média mas, pouco a pouco, foi ganhando corpo e teve sua melhor exibição na vitória por 3 a 1 contra o Guarani-PAR, pela Libertadores. A partida foi disputada no dia 10 de março, menos de uma semana antes das federações estaduais e CBF decretarem paralisação total do calendário brasileiro em virtude da pandemia de coronavírus.

Em entrevista concedida ao UOL Esportes, Vanderlei Luxemburgo admitiu que o longo hiato simboliza um prejuízo esportivo enorme à equipe, que começava a dar seus primeiros sinais de evolução, maior entrosamento e assimilação ao estilo/ideias do novo treinador.

FBL-LIBERTADORES-TIGRE-PALMEIRAS

“Quando surgiu [a pandemia] a gente pensou dá 10 dias e aí passou 10 dias, vieram mais 10 dias. A gente estava ajustando a equipe pensando assim, precisamos dar um tiro certo numa contratação, vendo o mercado. Agora você para, volta todo mundo do zero de novo. Foi prejudicial ao Palmeiras porque nós voltamos à estaca zero como se estivéssemos começando uma temporada”, afirmou.

Vale lembrar que, no exato momento em que o calendário nacional foi suspenso, o Verdão ocupava a segunda posição no grupo B do Paulistão, atrás somente do Santo André nos critérios de desempante. Na Libertadores, o Palmeiras lidera sua chave, com 100% de aproveitamento.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.



Fonte: 90min

Comentários