Lucas Paquetá seria uma boa para o São Paulo?

Lucas Paquetá
Silvia Lore/Getty Images

Nesta semana voltou a circular na mídia o interesse do Milan no meio-campista Liziero do São Paulo. Segundo o Globoesporte.com, o desejo dos italianos vem desde o ano passado, quando o clube chegou a enviar representantes para observar o atleta. Porém , a novidade seria o envolvimento de Lucas Paquetá no negócio, que poderia ser emprestado ao Tricolor para diminuir os valores. Mas será que contar com o futebol de Paquetá seria uma boa para o São Paulo? Vejamos:

O time titular era muito bem definido antes da paralisação por conta da pandemia: Volpi; Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Igor Gomes; Antony, Pato e Vitor Bueno. Com a saída de Antony para o Ajax, Pablo deve ganhar a vaga no ataque. Portanto, a venda de Liziero seria uma ótima opção para o São Paulo fazer caixa, sem precisar perder uma peça importante entre seus titulares.

Mas e se Paquetá fosse envolvido na negociação? Acredito que o Tricolor não ganharia muito com isso. A primeira questão seria o pagamento dos salários do atleta, que recebe cerca de R$ 700 mil por mês. O ideal seria que o Milan pagasse o valor integralmente, já que a intenção é diminuir o preço pago em Liziero.

Lucas Paquetá
Claudio Villa./Getty Images

No entanto, existe um outro porém: Paquetá não chegaria com vaga garantida entre os titulares. Daniel Alves e Igor Gomes tem tido ótimo desempenho na temporada e dificilmente perderiam a posição. E ainda tem Hernanes no banco, atleta muito identificado com a torcida.

Ou seja: O São Paulo não tem carência no elenco na posição de Paquetá, o que não torna a possibilidade vantajosa para o clube. Para o jogador e para o Milan também não, já que a ideia de um empréstimo seria para que ele tivesse mais minutos em campo e no São Paulo isso não aconteceria com tanta naturalidade.





Fonte: 90min

Comentários