Casos de COVID em Penedo e outros 28 municípios de AL estão em crescimento, aponta monitoramento

Mesmo o estado alagoano ter entrado em flexibilização, inclusive no interior de Alagoas, os casos de em 29 municípios estão em crescimento, assim aponta um monitoramento do Instituto de Geografia, Desenvolvimento e Meio Ambiente da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Atualizado nesse domingo (02), o levantamento mostra também redução de casos em 62 municípios e estabilidade em outros 11. Confira a situação do seu município abaixo.

Penedo e mais 28 municípios alagoanos estão na curva crescente do vírus.

De acordo com o coordenador do trabalho, o geógrafo Esdras Andrade, o levantamento contou com uma série de sete mapas diários, trazendo informações de casos confirmados, óbitos registrados, novos casos, taxa de infecção, taxa de letalidade, média móvel e evolução dos casos.

“O objetivo do monitoramento é fornecer à sociedade informações diárias que vão além das quantidades de casos e mortes informadas nos veículos de comunicação, permitindo apresentar outras formas de análise dos dados.  O mapa compara as médias diárias, que chamamos de média móvel, de casos registrados nos últimos sete dias com os sete dias que os antecedem, ou seja, os últimos 14 dias. Isso varia diariamente. Hoje pode estar em crescimento, mas amanhã pode estar em diminuição ou em estabilidade”, explicou.

Conforme o geógrafo, o método ajuda a mensurar a abrangência da doença a partir do intervalo de tempo em que as pessoas de determinado bairro contraíram a doença e procuraram atendimento médico.

“É a partir desse intervalo que os casos são efetivamente registrados. Isso ajuda a dar a noção de crescimento ou não dos casos.  Os mapas que representam os valores relativos são elaborados a partir dos dados absolutos, nos quais se aplicam cálculos que variam de simples, como as taxas de infecção e de letalidade, e complexos, a exemplo do mapa de evolução dos casos”, complementou.

Com TNH1